Rubens Chiri/Saopaulofc.net
Rubens Chiri/Saopaulofc.net

Mesmo após levar gol nos últimos dez jogos, Diniz elogia defesa do São Paulo

Treinador defende a dupla Diego e Léo e mostra irritação com o ataque

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 de outubro de 2020 | 05h00

O São Paulo empatou em 1 a 1 com o Coritiba, domingo. Além de completar sete partidas em vencer, ainda chegou ao 10º jogo seguido com sua defesa sendo vazada. Nesta sequência, foram 18 gols sofridos, todos com a dupla de zaga formada pelo jovem Diego e por Léo, lateral-esquerdo improvisado. Apesar dos números, o técnico Fernando Diniz acredita que o problema maior esteja no ataque. 

Após a partida contra o Coritiba, o treinador elogiou o sistema defensivo do São Paulo. "O sistema defensivo se comportou mal? Eu acho que não. Contra o River, sim, principalmente no primeiro tempo. Mas no jogo de hoje (domingo) foi uma bola no gol, de falta. Contra o Inter, foi só uma bola também", disse. 

De fato, o Coritiba teve poucas chances de gol, mas na melhor oportunidade, marcou. Diniz decidiu mudar a defesa no dia 23 de agosto, na vitória por 1 a 0 sobre o Sport. Esse jogo e a vitória por 1 a 0 sobre o Athletico-PR, na rodada seguinte, foram as únicas partidas da dupla Diego e Léo sem levar gol. 

Após esse período, o time amargou pelo menos um gol nos dez jogos seguintes. Diniz faz questão de defender suas escolhas por Diego e Léo. "Quando jogou Bruno (Alves) e Arboleda, a gente levou três gols do Bragantino e do Mirassol. Não é só a defesa, o sistema inteiro tem de trabalhar bem", explicou.

Se a defesa conta com a proteção do treinador, o mesmo não se pode dizer do ataque. Diniz está incomodado com a má pontaria de seus atacantes. Nos mesmos dez jogos em que levou gols, o São Paulo só não marcou em um (derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG). Foram 15 gols feitos neste período. "A gente está pecando de maneira maior nas finalizações. A gente tem criado chances para vencer, mas não consegue. Precisamos colocar a bola dentro do gol. A execução não está ruim, o que está ruim é a gente fazer poucos gols, e nas poucas chances que os adversários têm contra nós, eles estão conseguindo marcar", analisou. 

Veja a lista dos dez jogos que o São Paulo sofreu gols

  • São Paulo 2 x 1 Corinthians
  • Atlético-MG 3 x 0 São Paulo
  • São Paulo 3 x 1 Fluminense
  • São Paulo 1 x 1 Bragantino
  • Santos 2 x 2 São Paulo
  • São Paulo 2 x 2 River Plate
  • LDU 4 x 2 São Paulo
  • Inter 1 x 1 São Paulo
  • River Plate 2 x 1 São Paulo
  • Coritiba 1 x 1 São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.