Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Mesmo com desfalques, Dorival não muda esquema em Minas

Treinador não terá Gabriel e Geuvânio

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2015 | 18h17

O técnico Dorival Junior não pretende mudar o esquema tático do Santos por causa da ausência de Gabriel (lesão muscular) e Geuvânio (suspensão) para a partida contra o Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão. Ele confirmou que Marquinhos Gabriel entrará em uma das vagas, mas manteve a dúvida entre Neto Berola e Leandro na outra alteração.

“O ideal seria perder no máximo uma peça. Confio nos jogadores que estão entrando nas duas posições. Vai entrar o Marquinhos Gabriel e entra Leandro ou Neto Berola na outra função. São jogadores que têm mais ou menos as mesmas características”, afirmou o treinador em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Independentemente do esquema tático, Dorival afirma que o importante é a compactação da equipe. “Mudam só peças. O esquema não muda. O que pode é passar de um 4-3-3 em alguns momentos para um 4-5-1. Acho que isso tudo é jogo de números, mas o importante é que tenhamos uma equipe compacta. E essa compactação é que estamos alcançando”, afirmou Dorival.

Depois de se classificar à próxima fase da Copa do Brasil, com a vitória sobre o Corinthians, fora de casa, o Santos persegue a primeira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro. Dorival está preparado para uma eventual queda de rendimento no Mineirão com as alterações. “É natural que a equipe perca em relação ao que estava apresentando”, disse o treinador.

A estratégia dos Santos deve ser a mesma que vem sendo bem-sucedida nos últimos jogos: o contra-ataque. “O contra-ataque tem sido um ponto fundamental. A equipe tem tido muita velocidade e executado com velocidade as ações. Tem sido um fator que sempre surpreende os adversários. Seria importante que mantivéssemos isso”, planeja o treinador.

 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantos FCDorival

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.