Mesmo com goleada do Palmeiras, Fernando Prass diz que 'placar engana'

Goleiro do Alviverde minimiza o pênalti que defendeu e não sai totalmente satisfeito de campo

DANIEL BATISTA, Agência Estado

31 de julho de 2013 | 08h24

SÃO PAULO - O goleiro Fernando Prass não deixou o estádio do Pacaembu totalmente satisfeito com a goleada por 4 a 0 sobre o Icasa, na noite de terça-feira, pela 11ª rodada da Série B. O palmeirense acredita que a vitória com placar dilatado engana quem não assistiu o jogo e ainda fez questão de minimizar o pênalti defendido ainda no primeiro tempo.

"A postura deles fez com que o jogo ficasse complicado para nós, por isso acho que o placar engana um pouco. O Icasa teve chances e até fazermos o segundo gol, o jogo estava muito perigoso", analisou o goleiro, que disse não ter fórmula para pegar pênalti.

"É minha função defender. Fui contratado e sou pago por isso. Fico feliz em ajudar em um jogo como este e pênalti é 90% gol. Foi importante pegar, mas é minha função", reforçou o exigente camisa 25, que defendeu pênalti cobrado por Radamés aos 23 minutos do primeiro tempo, quando a partida estava empatada em 0 a 0.

Com a vitória de terça, o Palmeiras assumiu a liderança da Série B com 25 pontos. A equipe volta a entrar em campo na próxima sexta-feira, quando vai receber o Bragantino em partida válida pela 12ª rodada, também no Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.