Mesmo com pior ataque, técnico crê que Lusa pode superar melhor defesa da Série C

Próximo desafio é com o Guarani, líder do Grupo B, em Campinas

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2016 | 22h00

Na vice-lanterna do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos, a Portuguesa precisa superar as suas limitações para tentar se livrar do rebaixamento para a Série D. O próximo desafio, marcado para as 19h30 deste domingo, é diante do líder Guarani, que tem 28 pontos, em Campinas (SP). O confronto coloca frente a frente o pior ataque e a melhor defesa do Grupo B, que reúne clubes das regiões Sul e Sudeste.

Com apenas 10 gols marcados em 15 jogos, a Portuguesa tem o pior aproveitamento ofensivo e o segundo pior de toda a competição, atrás apenas do Salgueiro, que tem nove. Em sua jornada contra a queda, terá que superar uma defesa sólida nesta rodada. O Guarani sofreu apenas oito gols e tem o melhor desempenho defensivo disparado entre os 20 participantes da competição.

Anunciado na última segunda-feira como novo técnico do time da capital paulista, após a demissão de Jorginho, Márcio Ribeiro acredita que a equipe pode superar o líder e que a diferença técnica entre os times não é grande. "O Guarani eu não vejo nenhuma diferença extraordinária de uma equipe para a outra. Será um jogo difícil como todos serão daqui para a frente", disse.

Para sair da zona de rebaixamento, além de vencer o Guarani, a Portuguesa precisa torcer para que o Macaé, em oitavo lugar com 11 pontos, seja derrotado pelo Tombense. Neste caso, um empate com o time campineiro também pode tirar a equipe rubro-verde da área de degola.

Mais conteúdo sobre:
futebol guarani Portuguesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.