Célio Messias/Estadão
Célio Messias/Estadão

Mesmo com reservas, líder Santos goleia o lanterna Marília fora

Alvinegro alcança terceira vitória consecutiva com novo treinador

AMANDA ROMANELLI, O Estado de S. Paulo

14 Março 2015 | 20h40

O técnico Marcelo Fernandes mostrou que está confortável em seu novo cargo. Na "estreia" à frente do Santos - deixou de ser auxiliar para ser efetivado na quinta-feira -, bancou um time reserva no Campeonato Paulista. Acertou em colocar a Copa do Brasil como prioridade e conquistou uma vitória tranquila diante do Marília, ao aplicar uma goleada de 4 a 1 na equipe de pior campanha no Estadual, neste sábado, fora de casa.

Já são três jogos, e três vitórias convincentes (3 a 0 contra o Botafogo e 2 a 1 frente ao Palmeiras), conquistadas pelo Santos sob o comando de seu novo treinador. E Marcelo Fernandes tem total confiança do grupo - algo que, segundo consta, não desfrutava seu antecessor, Enderson Moreira.

A vitória do Santos em Marília era mais do que provável. Estavam, frente a frente, os times de melhor e pior campanha do torneio. Mas sempre há o risco de uma escalação que nunca jogou junta ter dificuldades, mesmo que diante de uma equipe frágil. Mas isso não aconteceu e o Santos foi aos 26 pontos na liderança do Grupo D, enquanto o Marília contabiliza apenas dois, na lanterna do Grupo C.

A partida começou estudada e, pelo menos até Thiago Ribeiro abrir o placar, aos 31 minutos, o Santos preferia trocar passes laterais de forma mais cadenciada. O Marília aproveitava essa cautela para impor uma boa marcação a partir da intermediária. Mas o primeiro gol desestabilizou a equipe da casa, que ainda não venceu no ano.

Já em vantagem, o Santos voltou ao segundo tempo com a clara intenção de matar o jogo. Com confiança, passou a atuar com mais velocidade e foi fatal. Gabriel acabou se destacando, ao municiar Marquinhos Gabriel e Thiago Ribeiro com assistências.

Faltando pouco mais de dez minutos para o fim da partida, e o placar em 3 a 1 - Bruno Farias descontou para o Marília - a torcida santista já gritava "olé". Não havia mais nada a fazer a não ser controlar o placar. Mas ainda houve tempo para que Gabriel guardar o seu e garantir a goleada.

Logo após a partida, o Santos embarcou em um ônibus rumo a Londrina, um trajeto de pouco mais de 200 km até a cidade do norte do Paraná. Na terça-feira, as duas equipes se enfrentam pela Copa do Brasil, e os santistas, que usarão força máxima, têm o claro objetivo de já garantir a classificação para a próxima fase no jogo de ida.

FICHA TÉCNICA

MARÍLIA 1 X 4 SANTOS

MARÍLIA - Rodrigo Calchi; Gil, Thiago Gomes, Braga e Deca; Juninho Ortega (Fabiano Gadelha), Gilberto Santos (Gilberto Trindade), Boquita e Bruno Farias; Evandro (Thiago Elias) e Leandro Costa. Técnico: Bruno Quadros.

SANTOS - Vanderlei; Cicinho (Victor Ferraz), David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Valencia (Renato), Lucas Otávio e Elano (Lucas Lima); Marquinhos Gabriel, Thiago Ribeiro e Gabriel. Técnico: Marcelo Fernandes.

GOLS - Thiago Ribeiro, aos 31 minutos do 1º tempo; Marquinhos Gabriel, aos 18, Bruno Farias, aos 20, Thiago Ribeiro, aos 30, e Gabriel, aos 36 minutos do 2º tempo.

ÁRBITRO - Adriano de Assis Miranda.

CARTÕES AMARELOS - Valencia e Gilberto Trindade.

PÚBLICO E RENDA - não disponíveis.

LOCAL - Estádio Bento de Abreu, em Marília.

Mais conteúdo sobre:
futebol Paulistão Santos FC Marília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.