Leonardo Moreira/Fortaleza EC
Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Mesmo com um a mais, líder Fortaleza perde do Atlético-GO na Série B

Equipe comandada por Rogério Ceni sofreu a segunda derrota consecutiva na Série B e vê o CSA se aproximar

Redação, Estadão Conteúdo

14 de julho de 2018 | 18h45

Líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza sofreu a sua segunda derrota seguida, neste sábado. Nesta tarde, o time comandado pelo técnico Rogério Ceni perdeu para o Atlético-GO por 1 a 0, na Arena Castelão, pela 15ª rodada. Antes o time cearense tinha perdido para a Ponte Preta, por 2 a 0, em Campinas (SP).

+ Veja a classificação da Série B

+ Com gol de Walter, CSA vence e joga pressão no Fortaleza pela ponta

+ CRB ganha do lanterna Boa e mantém time mineiro em situação difícil

Mesmo com o novo tropeço, o Fortaleza ainda lidera a competição com 29 pontos, seguido de perto pelo CSA, com 28. O Atlético-GO, ao contrário, está em alta. Emplacou sua quarta vitória consecutiva e aparece em quinto lugar, com 25 pontos, na beira do G4 - a zona de acesso à primeira divisão.

Atrás da reabilitação, neste sábado, o Fortaleza tomou as iniciativas ofensivas e quase abriu o placar aos sete minutos quando Wilson foi lançado em disparada, dividiu com o goleiro e tocou do outro lado para Marlon. Ele bateu rasteiro, porém, para fora.

A resposta atleticana aconteceu aos 16 minutos, em um contra-ataque bem veloz. André Luis disparou pelo lado direito e cruzou para o meio da área, onde Júnior Brandão tentou pegar de virada. A bola, porém, quicou e passou por cima do travessão. Mas ficou claro que esta seria a opção do visitante para chegar ao gol.

Quatro minutos mais tarde, da mesma forma, saiu o gol. André Luis desceu pela direita, cruzou e do outro lado Pedro Bambu entrou para completar às redes. Apesar de ter mais posse de bola, o Fortaleza não conseguiu superar o bem armado bloqueio defensivo goiano.

Além disso, a marcação cearense continuava falha. Aos 40 minutos foi a vez de Júnior Brandão arrancar em velocidade pelo lado esquerdo, carregou a bola até a área, cortou o zagueiro e bateu à meia altura. O goleiro Marcelo Boeck espalmou para escanteio. Dois minutos depois, João Paulo foi imprudente numa dividida e acertou a coxa de Bruno Melo. O árbitro paulista Marcelo Aparecido de Souza expulsou o agressor, deixando o Atlético com um jogador a menos.

Em seguida, Rogério Ceni tirou o volante Jean Patrick, que reclamava de dores na perna direita, para a entrada do meia Wallace, dando mais força ofensiva ao Fortaleza. E voltou do intervalo com outra mudança ofensiva, com a saída de Derley para a entrada do atacante Douglas Coutinho - curiosamente, vindo esta semana do rival Ceará.

Com um jogador a mais e posicionado no ataque, o Fortaleza começou o segundo tempo de forma agressiva. Aos 15 minutos, após escanteio, o zagueiro Adalberto cabeceou bem e Lucas Rocha salvou o gol, também de cabeça, em cima da linha. Aos 21 minutos, Marlon soltou a bomba de fora da área e Jefferson espalmou.

Mesmo na defesa, o Atlético se mostrou vivo aos 26 minutos, quando Júnior Brandão foi lançado entre os zagueiros, matou a bola no peito e chutou de primeira. A bola foi para fora. Na pressão, o time cearense perdeu uma chance de ouro aos 39 minutos. Ele testou sozinho, mas para fora após cruzamento da linha de fundo de Douglas Coutinho.

Nesta altura, Cláudio Tencati já tinha fechado de vez o Atlético, tirando o atacante Júnior Brandão para a entrada do lateral Mascarenhas. A torcida tricolor ainda soltou o grito de gol aos 45 minutos, quando Coutinho balançou as redes após o rebote de Jefferson. Mas o atacante estava impedido. O Fortaleza ainda tentou, pelo menos, buscar o gol de empate. Mas, nervoso, não conseguiu.

Agora os times começam a pensar na 16ª rodada, na qual o Fortaleza vai enfrentar o CSA, dia 20, sexta-feira, às 21h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). O Atlético-GO entra em campo já na próxima terça-feira, dia 17, a partir das 19h15, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis (SC).

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 x 1 ATLÉTICO-GO

FORTALEZA - Marcelo Boeck;Pablo, Diego Jussani, Adalberto e Bruno Melo; Derley (Douglas Coutinho), Jean Patrick (Wallace), Marlon e Dodô; Felipe e Wilson. Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos; Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo; André Luís (William Alves), Júnior Brandão (Mascarenhas) e Renato Kayser (Júlio César). Técnico: Cláudio Tencati.

GOL - Pedro Bambu, aos 20 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Renato Kayser, Rômulo, Oliveira, William Alves e Pedro Bambu (Atlético-GO).

CARTÃO VERMELHO - João Paulo (Atlético-GO).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP).

RENDA - R$ 123.448,00.

PÚBLICO - 14.927 pagantes (15.828 no total).

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.