Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Mesmo com vantagem, Ricardo Oliveira projeta Santos ofensivo na Vila

Equipe alvinegra enfrenta o Barcelona do Equador na quarta-feira após empate por 1 a 1 fora de casa

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2017 | 20h07

O atacante Ricardo Oliveira descartou a hipótese de o Santos adotar uma postura diferente - mais defensiva - na partida desta quarta-feira, às 21h45, no estádio da Vila Belmiro, diante do Barcelona, de Guayaquil (Equador), pelas quartas de final da Copa Libertadores, devido à pequena vantagem obtida com o empate em 1 a 1 no primeiro duelo entre os clubes, na semana passada.

"Entendemos que temos uma vantagem, mas que o jogo não está nada definido. Seremos fiéis ao nosso jogo, ao nosso estilo, porque nós queremos passar para a semifinal. É algo que seduz muito a gente. Vamos com toda concentração, sem perder o foco, sabendo da dificuldade do adversário e respeitando eles (Barcelona). Com certeza será um jogo difícil, mas a gente vai em busca da vitória e da classificação", enfatizou o jogador em entrevista ao site oficial do clube nesta segunda-feira.

Leia Também

Página do Santos

Um dos titulares poupados pelo treinador Levir Culpi na derrota por 2 a 0 para o Botafogo, no Rio, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último sábado, Ricardo Oliveira - autor de três gols nesta edição da Libertadores - também garantiu que está totalmente recuperado fisicamente para o confronto.

"Estou prontíssimo. Por decisão da comissão técnica, eu e outros companheiros ficamos fora da última partida. A ideia era de recuperar a gente. Eu pude fazer isso muito bem na minha casa e depois vir treinar no CT, no sábado. Aproveitei tudo o que o Santos tem de estrutura que proporciona para nós a parte de recuperação. Estou 'zerado', só pensando no jogo de quarta-feira", garantiu o centroavante.

Para o confronto diante dos equatorianos, Levir Culpi não poderá contar com o meia Lucas Lima, que sentiu um problema muscular no duelo em Guayaquil. Léo Cittadini deverá substituí-lo. Outra ausência na equipe santista poderá ser a do volante Renato, também lesionado. O argentino Emiliano Vecchio tem grandes chances de ocupar a vaga.

O Santos é o único time invicto nesta edição da Libertadores - foram cinco vitórias e quatro empates até aqui - e deverá ter presença maciça da torcida para acompanhar o duelo contra os equatorianos. De acordo com informações do clube, todos os ingressos para a partida já foram vendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.