Marcelo Sadio/DIvulgação
Marcelo Sadio/DIvulgação

Mesmo com Vasco 100% no Carioca, Doriva cobra melhora do time

Técnico aponta erros em vitória sobre o Madureira por 2 a 0 e exige evolução de ritmo de jogo e também no posicionamento em campo

Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2015 | 10h21

O técnico Doriva preferiu não exibir euforia ao comentar a vitória que o Vasco conquistou sobre o Madureira, por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, em São Januário, onde o time se manteve com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca, agora com dois triunfos em duas partidas disputadas.

O treinador apontou deficiências da equipe e já projetou uma melhor atuação neste domingo, quando os vascaínos terão pela frente o Tigres, em Duque de Caxias, pela terceira rodada da competição estadual.

"Não conseguimos impor o nosso jogo no campo ofensivo, algumas vezes por estamos distantes da segunda bola. Permitimos que o Madureira girasse a bola. Fizemos o gol, mas não tivemos o domínio territorial que esperávamos. No segundo tempo administramos melhor a bola e por isso melhoramos. Apesar de tudo isso, conseguimos o resultado. Vamos trabalhar nos próximos dias em cima dos erros", ressaltou o comandante, em entrevista coletiva.

Doriva, entretanto, elogiou a eficiência do setor defensivo da sua equipe, que ainda não levou gols neste início de Campeonato Carioca, assim como enalteceu a atuação de outros jogadores do time cruzmaltino. 

"Nosso sistema defensivo está consistente. É fundamental não tomar gols. Não tomando gols, se você não fizer, você também não perde. Estou feliz com o desempenho de todos. Não falo apenas dos zagueiros, mas também dos nossos laterais, que são muito bons. O Marcinho e o Bernardo estão tendo um destaque maior não só pelos gols, mas também por estarem fazendo tudo que pedimos", enfatizou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoDoriva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.