Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Mesmo derrotado, Palmeiras mantém melhor campanha da história na Série B

Apesar das derrotas diante de ABC e Icasa, time continua com o melhor retrospecto após 30 jogos

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2013 | 18h49

SÃO PAULO - Duas derrotas nos últimos quatro jogos fizeram o Palmeiras entrar em estado de alerta na Série B. O mau retrospecto, porém, não tirou da equipe palmeirense a melhor campanha da história da competição. O time de Gilson Kleina tem 65 pontos em 30 partidas, com aproveitamento de 72,2%. Corinthians, em 2008, e Criciúma, em 2012, depois de 30 confrontos, somavam 64 pontos.

O arquirrival do Palmeiras é o campeão com o melhor aproveitamento. O Corinthians de Mano Menezes levantou a taça ao conquistar 85 pontos dos 114 que disputou. O aproveitamento corintiano foi de 74,6%. Para superar a campanha alvinegra, o Palmeiras precisa vencer sete partidas nas próximas oito rodadas. A Portuguesa, em 2011, conquistou 81 pontos, já Goiás (2012) e Vasco (2009) somaram 78 e 76 pontos, respectivamente.

Corinthians e Portuguesa são também os campeões com o menor número de derrotas ao longo da campanha: apenas três. A trajetória palmeirense neste ano já acumula cinco partidas sem somar pontos. Há dez anos, quando voltou à elite, o Palmeiras teve 23 vitórias, nove empates e três derrotas, com aproveitamento de 74,3%. Após 30 jogos, somados os jogos da primeira e segunda fases, a equipe tinha 63 pontos. Quatro rodadas depois, o time de Jair Picerni sagrou-se campeão da Série B ao bater o Sport por 2 a 1 fora de casa.

ACESSO

Nesta terça-feira, depois de o Palmeiras perder para o Icasa por 1 a 0, o técnico Gilson Kleina pediu para que o time não se iluda com a vantagem de 18 pontos sobre o Avaí, quinto colocado. De acordo com o comandante, a pontuação é boa, mas não há nada garantido. A meta do treinador é vencer os próximos dois jogos, contra Bragantino, fora, e São Caetano, em casa. Matematicamente, a equipe palmeirense precisa de mais sete pontos para voltar à elite. Com 72 pontos, o Alviverde não poderia ser alcançado pelo Icasa, que soma 47 pontos no campeonato e disputa mais 24.

Com 65 pontos, o Palmeiras já estaria garantido na elite do Brasileirão em seis das últimas sete edições. A exceção é o Vitória, que só conseguiu o acesso à Série A na última rodada, com 71 pontos, na quarta colocação. O São Caetano teve a mesma pontuação e não conseguiu subir - a equipe baiana tinha uma vitória a mais. Nos anos anteriores, Sport (61 pontos), América-MG (63), Atlético-GO (65), Barueri (63), Vitória (59) e América-RN (61) ocuparam a última vaga do G-4.

CONFIRA A TABELA DA SÉRIE B NOS ÚLTIMOS ANOS APÓS 30 RODADAS

2012

Criciúma 64

Vitória 63

Goiás 61

São Caetano 56

2011

Portuguesa 61

Ponte Preta 53

Americana 50

Náutico 50

2010

Coritiba 59

Figueirense 55

América-MG 52

Bahia 52

2009

Vasco 60 

Guarani 59

Ceará 56

Figueirense 51

2008

Corinthians 64

Avaí 53

Santo André 52

Barueri 51

2007

Coritiba 55

Criciúma 48

Vitória 47

Ipatinga 47

2006

Atlético-MG 54

Sport 51

Náutico 49

Coritiba 47

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPalmeirasGilson Kleina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.