Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Mesmo eliminado, Renato ressalta força de seu time: 'Grêmio calou o Maracanã'

Técnico procura lado positivo e 'celebra' tempo a mais de descanso para outras competições

Estadão Conteúdo

16 Agosto 2018 | 10h42

O técnico Renato Gaúcho não perdeu a pose mesmo após a eliminação do Grêmio nas quartas de final da Copa do Brasil para o Flamengo, na noite de quarta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Após a derrota por 1 a 0, o comandante tricolor ressaltou a força de seu time e afirmou que o "Grêmio calou o Maracanã" mesmo com o resultado negativo.

"Lutamos, brigamos, merecíamos algo melhor, mas não aconteceu. Saímos da competição, temos Brasileiro e Libertadores, vamos ter um tempinho a mais para poder descansar o nosso grupo. O Grêmio calou o Maracanã. Não conseguimos o nosso objetivo, mas a torcida gritou antes da partida, na hora do gol e para comemorar. Ficaram calados porque sabiam da força do Grêmio. Faltou tranquilidade no último passe para a gente sair com uma sorte maior. Estamos tristes, mas amanhã é um novo dia, passamos a pensar no Brasileiro, nossa meta do final de semana", afirmou Renato Gaúcho em entrevista coletiva após a partida.

O treinador gremista afirmou que o gol sofrido nos acréscimos da partida de ida, em Porto Alegre, que determinou o empate por 1 a 1, foi decisivo para a eliminação na quarta-feira. Além disso, também apontou os erros no último passe como determinantes para o time não criar chances de gol.

"Estou muito satisfeito com o meu grupo, em todos os sentidos. Já falei que o Grêmio não vai ganhar todos. Sabemos ganhar, mas temos que saber perder. Perdemos para um grande clube. Merecíamos sorte maior, demos um passo para trás ao tomar o gol aos 49 do segundo tempo em Porto Alegre. Aí dificultou as coisas. Estou satisfeito, não costumo falar de individualidades, estou satisfeito com o grupo. Estamos tristes, mas de cabeça erguida. Meu time jogou muito no Maracanã, faltou o último passe. Não é fácil calar a torcida do Flamengo, calamos eles porque sabiam da nossa força", completou Renato Gaúcho.

Após a eliminação na Copa do Brasil, ainda resta ao Grêmio a Copa Libertadores e o Campeonato Brasileiro. O time permanece no Rio de Janeiro, onde treinará nesta quinta e na sexta-feira, antes da viagem a São Paulo para enfrentar o Corinthians, no sábado, na Arena Corinthians, pela 19.ª rodada do Brasileirão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.