Mesmo em bom momento na Série C, Julinho Camargo pede demissão e deixa o Boa

Segundo o clube, técnico não revelou os motivos da saída

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2016 | 18h42

Após a goleada do Boa por 4 a 0 sobre o Guaratinguetá, o treinador Julinho Camargo surpreendeu a todos e pediu demissão do Boa Esporte Clube, que faz boa campanha na Série C do Campeonato Brasileiro. Foi feito um acordo com a diretoria e ele foi liberado do cargo.

Segundo a assessoria de imprensa do clube, o treinador não divulgou os motivos que o levaram a pedir pelo desligamento. Rumores dos bastidores apontam que ele estaria se encaminhando ao Internacional, para ser auxiliar técnico de Falcão, cargo que exerceu em 2011.

Julinho negou que esteja retornando ao time gaúcho e comunicou por sua assessoria particular que passará alguns dias em Porto Alegre para resolver questões pessoais. Mas ele poderia acertar com algum clube do Nordeste na Série B.

O técnico deixa o time na briga pelo G4, zona de classificação, do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro. Em nove rodadas no comando da equipe, conquistou quatro vitórias, dois empates e três derrotas. No momento, o Boa ocupa a quinta colocação, com os mesmos 14 pontos do Juventude, quarto colocado pelos critérios de desempate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.