Mesmo em casa, Crac joga na defesa

Mesmo jogando em casa, o time do Crac (Clube Recreativo Atlético Catalano), que estréia nesta quarta-feira na Copa do Brasil, contra o Guarani, terá uma formação defensiva. "Espero um jogo difícil. Então, vamos investir na marcação e no meio-campo", disse o técnico Vica, que escalou a equipe com três zagueiros (Rodrigo Antonelli, Cristiano e Gibi). "O forte da nossa equipe é a sua defesa."O meia Celinho e o atacante Sandro Oliveira são os jogadores mais experientes e destaques do time, que no ano passado conquistou, pela segunda vez na história, o título de campeão goiano. Em 2004, o Crac ainda disputou a Série C do Brasileiro, mas foi eliminado pelo Americano-RJ.

Agencia Estado,

16 de fevereiro de 2005 | 09h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.