Mesmo em casa, Grêmio será cauteloso

Apesar de jogar em casa e da má fase do adversário, que perdeu por 5 a 1 para o Vitória no fim de semana, o Grêmio será um time cuidadoso contra o Flamengo, nesta quarta-feira, no Olímpico, pela Copa do Brasil. A primeira ordem do técnico Adílson Batista é não tomar gol. Um empate por 0 a 0 não é considerado mau resultado pelos gremistas, que acreditam que podem aproveitar as características do Maracanã - arquibancada distante do campo - para marcar pelo menos um gol no jogo da volta, suficiente, se os planos derem certo, para assegurar a passagem para a semifinal, mesmo que seja com um empate.A suspensão do zagueiro Baloy e do ala-esquerdo Élton e a contusão do armador Bruno ajudam Adílson a manter mistério sobre a escalação do time. O esquema, pelo menos, deve ser o mesmo que deu certo nos dois últimos jogos, o 3-5-2. Os reservas imediatos são Marcelo Magalhães para a defesa, Leonardo Inácio para a ala e Luciano Ratinho para o meio-campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.