Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Mesmo em ritmo de treino, Mano aprova atuação do Cruzeiro em vitória

Time mineiro venceu o Tupi por 3 a 0 em Juiz de Fora no fim da tarde deste sábado

Redação, Estadão Conteúdo

16 de março de 2019 | 18h58

Mesmo com o time atuando em ritmo de treino, o técnico Mano Menezes gostou da movimentação do Cruzeiro na vitória por 3 a 0 sobre o Tupi, em Juiz de Fora, pela décima rodada do Campeonato Mineiro. O técnico escalou sua força máxima neste sábado, em função do adiamento do jogo contra o Deportivo Lara, da Venezuela, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, que estava previsto para ser realizado durante a semana.

"Eles (titulares) precisavam jogar. Mesmo porque treinaram pouco, naquela expectativa de termos o jogo um dia, depois para outro e depois cancelado de vez. Isso atrapalhou nossa programação", justificou Mano.

O técnico também teve de explicar a escalação de Rafinha, numa vaga também disputada por Marquinhos Gabriel e David, e na qual até mesmo Thiago Neves pode ser usado. "O Rafinha jogou lá na Argentina, então é natural que ele jogue. Mas todo mundo vai ter a sua chance", completou o treinador.

O centroavante Fred voltou a balançar as redes, em uma cobrança de pênalti, e agora já tem cinco gols no Mineiro, sendo um dos artilheiros do torneio. "Estou contente porque estou me sentindo bem, ganhando ritmo e vencendo", comentou o atacante.

O lateral-esquerdo Egídio fez o terceiro gol do jogo, de falta, mas lamentou o fato de ter recebido o terceiro cartão amarelo. Ele vai ser desfalque diante da Caldense, quarta-feira, às 21h30, no Mineirão pela 11.ª rodada.

Embora o Cruzeiro já esteja classificado para as quartas de final, ainda não conhece seu adversário no outro fim de semana. Sabe apenas que vai jogar sábado, dia 23, ou domingo, dia 24.

O Cruzeiro chegou aos 22 pontos, mesma pontuação do Atlético e que domingo vai enfrentar o América, com 21. A derrota derrubou o Tupi para a segunda divisão. O time é o lanterna com apenas quatro pontos em dez jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.