Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Mesmo gripado, Luís Fabiano garante presença na final

'Não é a gripe suína, isso é o que posso garantir', brinca o atacante, autor de três gols na competição

AE, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 14h14

JOHANNESBURGO - Artilheiro da seleção brasileira na Copa das Confederações, o atacante Luís Fabiano pegou uma forte gripe em Johannesburgo, mas garantiu que entrará em campo neste domingo para enfrentar os Estados Unidos na decisão do torneio.

Veja também:

link Torcedores não podem falar alto durante treino do Brasil

link Ronaldinho ainda tem seu papel na Seleção Brasileira, diz Dunga

linkDunga elogia seleção e lembra que objetivo está perto

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Não é a gripe suína, isso é o que posso garantir", brincou o atacante, autor de três gols na competição. Luís Fabiano revelou neste sábado que teve febre e tosse após a partida contra a África do Sul, na quinta-feira, pelas semifinais.

Apesar dos fortes sintomas de gripe, o atacante disse que já está quase recuperado. "Me sinto muito melhor. Estou quase recuperado e espero estar 100% para amanhã [domingo]", assegurou.

Luís Fabiano atribuiu a gripe ao frio que impera na África do Sul nesta época do ano. "Parece que esse frio é pior do que o da Europa", afirmou o jogador, que atua no Sevilla, da Espanha.

No jogo deste domingo, o atacante tentará balançar as redes para superar os espanhóis Fernando Torres e David Villa na briga pela artilharia. Os três jogadores têm três gols. A Espanha ainda vai enfrentar a África do Sul no domingo na decisão do terceiro lugar da Copa das Confederações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.