Arquivo/AE
Arquivo/AE

Mesmo sem contrato, Emerson permanece no Santos

Volante passará por cirurgia na perna esquerda e utilizará a estrutura do clube para realizar a recuperação

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

19 de outubro de 2009 | 18h56

Vanderlei Luxemburgo não desiste de Emerson. Na última sexta-feira, o volante fez um acordo com o Santos para o rompimento do contrato que terminaria em 31 de dezembro, mas o técnico já anunciou que o jogador continuará ligado ao clube. Ele vai operar a perna esquerda para a colocação de uma placa de aço, nesta quarta, no Hospital São Luiz, em São Paulo, e inicia em seguida o tratamento no Cepraf, o centro de recuperação santista.

 

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Emerson vai receber o que o clube entender que ele tem direito pelo tempo de trabalho até aqui, faz a recuperação no Cepraf e em janeiro participa da pré-temporada com a gente. E, se estiver apto, assina novo contrato", avisou Luxemburgo.

O técnico não se cansa de elogiar a atitude do volante ao sugerir a rescisão contratual. "Foi comportamento digno de um ex-capitão da seleção brasileira. Vamos torcer pelo sucesso na cirurgia e pelo seu retorno, porque é um jogador que faz falta no dia a dia, principalmente na orientação aos mais jovens."

Luxemburgo, porém, não confirma a informação de que Emerson teria sido aprovado com restrição nos exames médicos realizados antes de sua contratação. "O jogador foi aprovado na avaliação clínica porque não apresentava nada. Ele voltou a jogar e sentiu uma contusão que não sei como falar tecnicamente. Ao saber que teria que passar pela cirurgia, mostrou o seu grande caráter, solicitando a rescisão do contrato", explicou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.