Bruno Haddad / Cruzeiro
Bruno Haddad / Cruzeiro

Mesmo sem gol, Marcelo Moreno comemora reestreia no Cruzeiro e enaltece Fábio

Atacante teve boa atuação e deu assistência par ao primeiro gol na vitória sobre o Uberlândia por 2 a 1

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2020 | 19h32

A vitória do Cruzeiro sobre o Uberlândia, por 2 a 1, na tarde deste domingo, foi sofrida, com gol marcado aos 43 minutos do segundo tempo, mas acabou celebrada pelo atacante Marcelo Moreno, principal contratação do time celeste para a temporada 2020. Ele começou como titular pela primeira vez e revelou a emoção de voltar a defender o clube no Mineirão.

"Não dá para descrever. Muito emocionante estar no Mineirão novamente. O time está de parabéns pela vitória. A entrega foi incrível, todo mundo lutou, tentou acertar, corrigir aquilo que não deu certo nas últimas partidas. Ainda falta muito para melhorar, mas vamos tentar corrigir para chegar bem no clássico", comentou o jogador, que está em sua terceira passagem pelo Cruzeiro.

Moreno teve atuação destacada neste domingo. Ele teve participação direta no primeiro gol, dando assistência para Pedro Bicalho marcar. No segundo tempo ficou mais isolado, mas levantava a torcida sempre que tocava na bola. Arriscou alguns chutes, mas não marcou. "Tentei fazer o meu gol, mas estou feliz pelo resultado. Estou bastante tranquilo porque o grupo jogou muito. Vou para casa com um gostinho de felicidade", acrescentou.

O centroavante ainda fez questão de dividir os méritos da vitória com outro ídolo da torcida cruzeirense, o goleiro Fábio. "O Fábio é um exemplo para o Cruzeiro. Está sempre salvando a gente lá atrás. A gente espera que a cada dia mais, possamos contar com jogadores que vestem a camisa para ajudar", encerrou. Fábio defendeu um pênalti nos minutos finais da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.