Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Mesmo sem jogar, Valdivia xinga árbitro da final do Paulista

Chileno teria falado 'arbitragem de ladrão' nos vestiários

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

26 de abril de 2015 | 20h15

O meia Valdivia não foi sequer relacionado para a partida contra o Santos, por estar com dores no joelho esquerdo, mas mesmo assim conseguiu aparecer para xingar o árbitro e o fato foi relatado na súmula feita pelo árbitro Vinicius Furlan. Segundo o juiz, no intervalo da partida em que o Alviverde venceu por 1 a 0, irritado com a não marcação de um pênalti, o xingou no túnel de acesso para os vestiários.

"Uma vergonha essa arbitragem, uma vergonha, arbitragem de ladrão", teria dito o chileno, que como não podia ficar no banco de reservas, estava no vestiário no momento em que aconteceu a confusão.

A irritação não só de Valdivia como da maioria dos jogadores do Palmeiras foi pelo fato de Furlan não ter marcado um pênalti sobre Rafael Marques nos minutos finais do primeiro tempo. O chileno pode ser chamado para explicações no tribunal por ter citado o termo "ladrão".

Furlan também explicou o motivo da expulsão dos dois técnicos: Oswaldo de Oliveira e Vinicius Furlan, de Palmeiras e Santos, respectivamente. "Expulsei no intervalo do jogo por ambos adentrarem ao campo de jogo ao final do primeiro tempo para reclamarem contra as decisões da arbitragem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.