David Mercado/Reuters
David Mercado/Reuters

Mesmo sem Neymar, Dunga crê em evolução do Brasil nas quartas

Treinador aposta num bom futebol de sua equipe diante do Paraguai

Estadão Conteúdo

21 de junho de 2015 | 21h57

O Brasil derrotou a Venezuela, avançou às quartas de final da Copa América e agora enfrentará o Paraguai. Assim como neste domingo, a seleção não poderá contar com Neymar, suspenso por 4 jogos pela expulsão contra a Colômbia. O técnico Dunga, após a vitória sobre os venezuelanos, disse que a equipe não depende de apenas um jogador.

"A equipe não depende de um jogador. Todos os jogadores têm que fazer a diferença e atuar da melhor maneira possível. O Brasil vai jogar melhor agora, tem mais confiança. As partidas nesta fase são mais disputadas, mas equilibradas, e temos que aproveitar nossa qualidade técnica", analisou o treinador em entrevista coletiva no estádio Monumental, em Santiago. "Neymar faz falta a qualquer equipe, mas temos que solucionar os nossos problemas sem ele", insistiu.

A seleção terminou o jogo deste domingo com os quatro zagueiros de área do elenco em campo. Marquinhos entrou na lateral direita (Daniel Alves foi jogar no meio, como fez na Copa do Mundo de 2010) e David Luiz como volante. "O David é um jogador que tem um bom posicionamento e serviu para neutralizar a única coisa que eles tinham, que era a bola aérea. Marquinhos também entrou para defender a bola área, deixando o Daniel Alves mais focado na parte ofensiva", justificou Dunga.

O técnico brasileiro fez questão de elogiar a seleção paraguaia. "O Paraguai demonstrou sua força contra a Argentina, uma das favoritas. Vem crescendo, mas agora é um campeonato à parte. Tem que fazer tudo nesse jogo. Na primeira fase são três jogos. Agora é matar ou morrer", afirmou. "Não podemos retornar ao que já passou. O que aconteceu na última Copa América já passou. Temos que vencer. Será um bom teste para todos", completou Dunga, sobre a queda do Brasil na última Copa América, também nas quartas de final, justamente para o rival do próximo sábado, em Concepción.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.