Mauro Horita
Mauro Horita

Mesmo sem receber, Arouca não vai processar o Santos

Volante poderia entrar na justiça contra o clube por causa dos três meses de atraso no pagamento dos direitos de imagem

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2014 | 15h58

O volante Arouca garante que não vai entrar na Justiça contra o Santos. Nesta sexta-feira, ele vai completar o período de três meses sem receber os direitos de imagem, o que lhe dá o direito de reivindicar seus direitos federativos nos tribunais. E o Santos não pode recorrer. Mesmo nessa situação, o atleta afirma que não pretende processar o Santos. "O clube sempre tratou as coisas com ele de maneira transparente e essa não é uma opção", informou a assessoria de imprensa do jogador. 

Segundo os assessores, Arouca também não recebeu nenhuma proposta oficial - o Palmeiras demonstrou interesse no volante. Arouca é o principal jogador santista depois da saída de Neymar e um dos poucos a manter um bom nível apesar da irregularidade da equipe que terminou em 9º lugar no Campeonato Brasileiro. 

Para amenizar os problemas financeiros causados por uma dívida de R$ 75 milhões, sem contar refinanciamentos passados, o Santos estuda antecipar uma parte do valor do patrocínio da empresa chinesa de tecnologia Huawei, que estampará sua marca nas camisas do clube em 2015. Os chineses pagarão R$ 18 milhões, e o clube negocia a antecipação de 40% (R$ 7,2 milhões) do valor. 



Por causa da crise, o Santos atrasou o pagamento de salários do elenco em diversos momentos. O novo presidente herdou uma pendência de dois meses sem pagamentos dos valores registrados em carteira, além de três meses de direito de imagem, a maior fatia dos vencimentos dos atletas. Os atrasos, que atingiram também outros funcionários, obrigaram a direção a adiantar toda a cota de TV que o Santos receberia em 2015. 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantos FCArouca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.