Mesmo sem treinar, S. Caetano está definido

Mesmo sem treinar antes da grande final do Campeonato Paulista, o São Caetano está escalado pelo técnico Muricy Ramalho. E completo para garantir o primeiro título estadual de sua história. Ninguém quer ficar fora da decisão, mas o técnico deve mesmo confirmar o Azulão no esquema 4-4-2 com a volta do lateral direito Anderson Lima, único ausente na vitória de 3 a 1, na semana passada, também no Pacaembu.Anderson é titular e uma das armas do time, principalmente nas bolas paradas - faltas e escanteios. Só ficou de fora porque cumpriu suspensão automática por três cartões amarelos. Ele foi substituído por Thiago, na opção do técnico para o esquema 3-5-2. Com Anderson, o time retoma o esquema 4-4-2.Vários jogadores foram poupados na vitória de 2 a 0 sobre o The Strongest, em La Paz, quinta-feira, pela Taça Libertadores da América. Entre eles, o próprio Anderson, o zagueiro Dininho, o volante Mineiro, os meias Gilberto e Marcinho, além dos atacantes Euller e Fabrício Carvalho. "Só entrei com um time diferente (não citou a palavra misto) porque confio demais em todo o elenco", justificou o técnico. Mesmo assim, o mistão garantiu uma vaga na repescagem e a chance de ainda continuar atrás do título da temporada. Seu adversário ainda está indefinido. Nem existe data para o confronto único.A delegação retornou só à noite da capital boliviana, iniciando o regime de concentração. A comissão técnica recomendou repouso absoluto aos jogadores, que devem dormir até mais tarde neste sábado. O time fará apenas um treino leve no gramado do Pacaembu no período da tarde. Servirá apenas para descontração, uma vez que ninguém mais duvida sobre a escalação do time para a final com: Silvio Luiz; Anderson Lima, Dininho, Serginho e Triguinho; Marcelo Mattos, Mineiro, Gilberto e Marcinho; Euller e Fabrício Carvalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.