Messi agradece seu primeiro prêmio na Argentina

O atacante argentino Lionel Messi agradeceu nesta quarta-feira por ter sido premiado com o prestigiado Olimpia de Ouro, concedido pelo Círculo de Jornalistas Esportivos de seu país, num ano em que recebeu reconhecimentos em muitas partes do mundo.

REUTERS

21 de dezembro de 2011 | 17h03

Messi, que desembarcou na Argentina para passar as festas de Natal junto com a família e amigos, chegou com a mala carregada de títulos, depois de ganhar com o Barcelona o Campeonato Espanhol, a Supercopa europeia, a Supercopa espanhola, a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes.

"Estou contente e orgulhoso pelo prêmio. Graças a Deus recebi prêmios em todas as partes do mundo, mas nunca haviam me dado na Argentina", disse o jogador, rodeado de um grande número de jornalistas e admiradores.

O Círculo de Jornalistas Esportivos lhe premiou pela primeira vez como melhor esportista do ano, prêmio máximo que concede anualmente. Em 2010, a ganhadora foi a jogadora de hóquei sobre grama Luciana Aymar e em 2009, o tenista Juan Martín Del Potro.

Além de obter o Olimpia de Ouro, Messi recebeu também o de Prata, concedido ao melhor esportista argentino em cada uma das modalidades. Os outros indicados eram Gonzalo Higuaín, do Real Madrid, e Carlos Tevez, que negocia sua saída do Manchester City, da Inglaterra.

Messi está agora à espera de conseguir sua terceira Bola de Ouro consecutiva, prêmio dado pela Fifa ao Melhor Jogador do Ano.

"Estou muito feliz e orgulhoso de dividir a candidatura (pela Bola de Ouro) com um companheiro como Xavi", disse Messi, que ignorou em seu comentário o terceiro competidor, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

Sobre a avaliação do ano de 2011, o atacante do Barça afirmou estar satisfeito, embora ainda falte um título com a seleção argentina, eliminada da Copa América em casa pelo Uruguai.

"Foi um ano muito bom no pessoal e terminou de maneira espetacular com o Mundial", declarou Messi sobre suas atuações no Barcelona. "Lamentavelmente na seleção não conseguimos, seguimos trabalhando com vontade e perspectivas", acrescentou.

(Reportagem de Luis Ampuero)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTMESSIARGENTINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.