Petr David Josek/AP
Petr David Josek/AP

Messi combina para não ser chamado nas convocações da Argentina

Informação da TNT Sports diz respeito aos próximos jogos da seleção nesta temporada

Estadão Conteúdo

14 Agosto 2018 | 14h37

A Argentina não vai convocar Messi para os amistosos até o fim desta temporada, de acordo com informações da TNT Sport. O pedido para ficar fora da lista do time após a Copa do Mundo da Rússia teria partido do próprio camisa 10, que ensaia seu afastamento da seleção do seu país. Assim como o Brasil (Tite faz sua primeira convocação nesta sexta-feira para dois amistosos em setembro nos Estados Unidos), os argentinos retomam sua agenda após fracasso no Mundial, mas agora sem astro.

O craque do Barcelona continua sendo o principal jogador da equipe, mas como o ciclo para a Copa do Catar está apenas começando, ele teria combinado ficar fora das primeiras convocações. O meia ainda não decidiu se vai se aposentar da seleção. A informação teria partido de membros da comissão técnica da AFA. Messi também entregaria a braçadeira de capitão do time, num gesto simbólico que o tira do centro das atenções.

O meia teria se acertado com o presidente da AFA Claudio Tapia e o treinador interino Lionel Scaloni, que assumiu o time após a demissão de Jorge Sampaoli. Oficialmente, Messi ainda não se manifestou. A decisão também dá ao jogador mais tempo para ele pensar sobre seu futuro na seleção argentina. Em 2016, depois de perder a decisão da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, Messi chegou a abandonar a seleção. Ele voltou atrás meses depois. Em setembro, a Argentina tem compromissos oficiais com a Guatemala, em Las Vegas, e a Colômbia, em Nova Jersey, ambos nos Estados Unidos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.