Alberto Esteves/EFE
Alberto Esteves/EFE

Messi critica desempenho do Barcelona após título do Real: 'Fomos muito fracos'

Craque argentino ainda alerta sobre a Liga dos Campeões: 'Se continuarmos assim, vamos perder o jogo contra o Napoli'

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2020 | 19h47

Após a derrota do Barcelona para o Osasuna e o título espanhol confirmado pelo Real Madrid, Lionel Messi criticou o desempenho da sua equipe. O Barça estacionou nos 79 pontos na tabela e viu o rival levantar o troféu nacional nesta quinta-feira, com 86 pontos.

"Temos que ser autocríticos. Começando pelos jogadores, mas fazer uma autocrítica global. Somos o Barça e temos que ganhar tudo. Não podemos mirar no Madrid. O Madrid fez o trabalho deles, mas nós os ajudamos muito", analisou o craque argentino.

Messi já havia mostrado insatisfação logo após marcar o gol do Barcelona na derrota por 2 a 1 para o Osasuna, em casa. Ele não comemorou depois de balançar a rede adversária em cobrança de falta.

"Não queríamos terminar a temporada assim. Mas representa como ela foi. Fomos muito irregulares, muito fracos, um time com pouca intensidade. Perdemos muitos pontos e o jogo de hoje (contra o Osasuna) é um resumo da temporada", criticou Messi.

O Barcelona agora foca a disputa da Liga dos Campeões da Europa. A equipe terá pela frente o Napoli, da Itália, pelas oitavas de final da competição. O duelo de ida, disputado ainda antes da paralisação do futebol por causa do coronavírus, terminou empatado por 1 a 1.

"Se quisermos ganhar a Liga dos Campeões, temos que mudar muito. Se continuarmos assim, vamos perder o jogo contra o Napoli", disparou Messi. "As sensações são que o time tenta, mas não tem capacidade. Deixamos muito a desejar em vários jogos. Tudo que a gente viveu desde janeiro tem sido muito ruim. Temos que mudar muitas coisas, na realidade. Os torcedores estão ficando sem paciência porque nós não estamos entregando nada. É normal", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.