Juan Carlos Hidalgo/EFE
Juan Carlos Hidalgo/EFE

Messi desfalca treino da seleção da Argentina em CT do Real Madrid

Craque do Barcelona faz apenas um trabalho 'leve' na academia do hotel onde está hospedada a delegação argentina

Estadão Conteúdo

24 de março de 2018 | 20h14

Baixa de última hora no amistoso entre a Argentina e a Itália, na sexta-feira, o atacante Lionel Messi ficou de fora do treino deste sábado, que, curiosamente, foi realizado no CT do Real Madrid. A seleção argentina vai enfrentar na terça-feira a Espanha em amistoso preparatório para a Copa do Mundo da Rússia.

+ Brasil treina pela primeira vez em Berlim e titulares fazem trabalho físico

+ Estádio usado pela seleção em Berlim foi construído por torcedores

Messi havia desfalcado a sua seleção na vitória sobre a Itália por 2 a 0, de forma inesperada. O anúncio da baixa foi feito de última hora. Segundo a Associação do Futebol Argentino (AFA), o atacante fora vetado por conta de um incômodo muscular. Outra baixa foi Agüero, com dores no joelho, já cortado do duelo com a Espanha.

Neste sábado, Messi fez apenas "trabalho leve" na academia do hotel onde está hospedada a delegação argentina, em Madri. Assim, o ídolo do Barcelona não participou das atividades com os demais companheiros em Valdebebas, no CT do arquirrival Real Madrid. Neste domingo, a seleção argentina voltará a treinar no local.

No hotel, Messi teve a companhia daqueles que foram titulares diante da Itália. Eles somente fizeram trabalho físico. Os demais foram para o CT do Real, sob o comando do técnico Jorge Sampaoli. Na primeira metade do treino, os jogadores trabalharam lances de pressão em espaço reduzido. Depois, enfrentaram o time sub-20.

A atividade não contou também com a presença de Ángel di María, titular no amistoso com a Itália. O jogador do Paris Saint-Germain foi dispensado por conta de problema físico. E não enfrentará a seleção espanhola, nesta terça-feira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.