Miguel Ruíz/EFE
Miguel Ruíz/EFE

Messi diz que não vê a hora de jogar novamente: 'Quero voltar a competir'

'Tecnicamente será a mesma temporada, mas acredito que todos as equipes e jogadores vão viver de forma diferente', comentou o atacante argentino

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2020 | 10h26

A pandemia do novo coronavírus obrigou a paralisação de campeonatos nacionais e internacionais por todo o mundo e levou os jogadores a ficarem várias semanas fechados em suas casas, sem jogar e sem treinar em grupo. As atividades coletivas já recomeçaram na Espanha, que deve ter o seu torneio local retomado em meados de junho, e um dos craques da competição, o argentino Lionel Messi, do Barcelona, disse que não vê a hora disso acontecer e que tudo será como começar uma nova temporada.

"Não podemos pensar no que deixamos para trás. Temos que pensar no futuro. Em como voltar ao dia a dia do treinamento, ver os companheiros, jogar os primeiros jogos. Será estranho no começo, mas quero voltar a competir", afirmou Messi em declarações a uma entrevista dada ao site oficial de um de seus patrocinadores.

O craque argentino faz projeções sobre como acredita que diversos atletas e clubes vão voltar após essa pandemia da covid-19. "Quando voltarmos, será como começar de novo. Vamos ter tempo de preparação antes do recomeço da competição e vamos recuperar jogadores importantes que estavam lesionados. Tecnicamente será a mesma temporada, mas acredito que todos as equipes e jogadores vão viver de forma diferente", disse.

Messi contou ainda sobre como foi sua rotina em casa nesses dois meses desde a paralisação do futebol. "Tento trabalhar todos os dias e fazer os exercícios que nos passam. Mas não tem nada a ver com o treinamento em grupo e, acima de tudo, não ter o ritmo dos jogos é ruim, mas é a nova realidade a qual temos que conviver", comentou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.