Kirill Kudryavtsev/ AFP
Kirill Kudryavtsev/ AFP

Messi é dispensado após vitória da Argentina e retorna para o Barcelona

Craque não participará na partida contra a Nigéria, na próxima terça-feira, em Krasnodar

Estadao Conteudo

11 Novembro 2017 | 16h14

Como já antecipara o técnico Jorge Sampaoli, o craque Lionel Messi foi dispensado após a vitória da seleção argentina neste sábado, por 1 a 0, em amistoso diante da Rússia, em Moscou, e vai retornar para Barcelona.

+ Sem Casemiro, Brasil faz 1º treino em Londres para amistoso contra Inglaterra

O jogador, assim, não participará do duelo contra a Nigéria, na próxima terça-feira, em Krasnodar, também na Rússia. "Lionel Messi foi cortado e não estará em Krasnodar ante a Nigéria. Viajará, assim, para Barcelona depois da vitória sobre a Rússia", publicou a Associação de Futebol Argentino (AFA) em seu Twitter após o duelo.

Sampaoli revelou na sexta que ele mesmo propusera a Messi para jogar apenas uma partida. E o astro do Barcelona aprovou a iniciativa. "São muitas partidas que jogamos em uma temporada. O melhor é chegar da melhor maneira possível ao Mundial, obviamente sem deixar de lado o que jogamos em nossos clubes. Por isto, ele (Sampaoli) decidiu que eu não jogue a próxima partida", comentou neste sábado.

Sobre o amistoso com a Rússia, Messi aprovou o resultado e enalteceu a atuação de Agüero, autor do gol decisivo já nos minutos finais. "É bom seguir ganhando para fortalecer o rendimento da equipe", comemorou. "Estou muito feliz pelo gol de Agüero. Ele vem jogando muito bem no Manchester City e hoje o fez pela Argentina."

A participação de Agüero - além da do próprio Messi - também foi enaltecida por Sampaoli. "Tivemos uma movimentação interessante entre Agüero e Messi", apontou o treinador. "Fomos audazes, saímos jogando com a marcação alta. Há muitos aspectos positivos para destacar. Devemos seguir neste caminho."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.