Albert Gea/ Reuters
Albert Gea/ Reuters

Barcelona bate Roma, e Messi 'enforca' zagueiro em ataque de fúria

Craque argentino se desentendeu com Mbiwa ainda no 1º tempo

Estadão Conteúdo

05 de agosto de 2015 | 20h05

Mesmo sem as condições físicas ideias, pois acabaram de voltar das férias, Messi e Neymar foram decisivos pelo Barcelona já no primeiro jogo que disputaram nesta pré-temporada do clube. Em confronto válido pelo título do Troféu Joan Gamper, de caráter amistoso, eles marcaram os dois primeiros gols da vitória por 3 a 0 sobre a Roma, no Camp Nou.

Absoluto em campo, o Barça ainda desperdiçou uma série de boas chances de marcar mais gols, uma delas incrível com o próprio Neymar, que não conseguiu desviar de cabeça uma bola na pequena área após cruzamento da direita já aos 3 minutos.

Entretanto, de tanto insistir, o time catalão abriu o placar aos 26 minutos. Após belo lançamento de Messi, Mathieu escorou para Neymar receber na cara de Szczesny, driblar o goleiro com tranquilidade e tocar para o gol vazio.

Mesmo com 1 a 0 no placar, Messi acabou se descontrolando em campo após ser provocado pelo zagueiro Mbiwa. Após passar pelo defensor em um lance no qual a arbitragem já havia parado o lance, o argentino ouviu uma reclamação do defensor africano naturalizado francês e em seguida foi para cima do rival, pegando em seu pescoço e ainda dando uma cabeçada no rival. O árbitro da partida aplicou apenas cartão amarelo para os dois jogadores.

E, apenas seis minutos depois, Messi respondeu da maneira que mais gosta: marcando gol, aos 41 minutos. Em bela trama do ataque que passou por Suárez e teve assistência de Neymar, o argentino bateu no canto esquerdo baixo do goleiro Szczesny da entrada da área para fazer 2 a 0.

No segundo tempo, aos 21 minutos, o Barça decretou o 3 a 0 com um golaço do croata Ivan Rakitic, que acertou forte chute de fora da área no ângulo esquerdo de De Sanctis, que substituiu Szczesny após o intervalo.

Antes deste gol, aos 15 minutos, Luis Enrique já havia sacado Messi, Neymar e Suárez do time titular. O técnico Luis Enrique tirou o trio ofensivo para testar outras opções e para evitar lesões, mas acabou lamentando uma lesão muscular sofrida pelo lateral Jodi Alba, que se tornou dúvida para a final da Supercopa da Europa, terça-feira, contra o Sevilla.

Daniel Alves e Rafinha Alcântara também atuaram como titulares nesta quarta e no decorrer do amistoso foram substituídos por Piqué e Iniesta. Já o lateral brasileiro Maicon entrou na equipe italiana substituindo Florenzi no segundo tempo.

CHELSEA 0x1 FIORENTINA

Em outro amistoso importante disputado nesta quarta-feira, a Fiorentina venceu o Chelsea por 1 a 0, com um gol do argentino Gonzalo Rodríguez, aos 34 minutos, no Stamford Bridge, em Londres.

O duelo valeu pela competição amistosa International Champions Cup, sendo que o time de Florença já vinha de uma vitória por 2 a 1 sobre o Barcelona, no último domingo, em outro amistoso na Itália.

Já o Chelsea amargou nova derrota depois de ter sido batido pelo Chelsea na final da Supercopa da Inglaterra, no último sábado, quando também caiu por 1 a 0. Mais uma vez, por sinal, o time inglês sentiu falta do brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, que se recupera de lesão. Já o colombiano Radamel Falcao e o francês Loic Remy não souberam a aproveitar a chance que tiveram na equipe titular.

Neste sábado, o Chelsea começará a defender o título de atual campeão nacional contra o Swansea, em sua estreia na edição 2015/2016 do Campeonato Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.