JUAN MABROMATA / AFP
JUAN MABROMATA / AFP

Messi comenta sobre chance de deixar seleção argentina após a Copa do Catar: 'Terei de repensar'

Craque do PSG foca o pensamento nos próximos jogos da equipe e no Mundial no fim do ano

Redação, Estadão Conteúdo

26 de março de 2022 | 10h26

Depois de uma boa atuação, com direito a gol, na vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela, na sexta-feira, Lionel Messi falou sobre as especulações de que sua história na seleção argentina estaria chegando ao fim. Segundo o craque, a possibilidade existe, mas o momento para pensar sobre isso será apenas depois da Copa do Mundo do Catar.

"Depois do Mundial não sei. Penso no que vem por aí, no que está mais perto: no Equador (próximo adversário da Argentina nas Eliminatórias), nos jogos de junho e setembro. Depois da Copa do Mundo, vou ter que repensar muitas coisas, seja por bem ou por mal. Espero que ocorra da melhor maneira", comentou o camisa 10 na beira do gramado.

Caso a decisão seja a de parar de servir a seleção nacional, a vitória desta sexta, em duelo disputado na Bombonera, pode ficar marcada como a última partida de Messi pela Argentina dentro do território do país. Diante da provável despedida, os torcedores presentes no lendário estádio ovacionaram o craque do início ao fim da partida.

O clima foi bem diferente do vivido por Messi em Paris, onde lida com muita cobrança dos torcedores do PSG desde a eliminação para o Real Madrid na Liga dos Campeões. A situação rendeu até vaias ao seis vezes melhor do mundo. Hoje, certamente, a relação com a Argentina, que teve altos e baixos ao longo dos anos, é bem melhor, muito em razão da conquista da Copa América do ano passado, diante do Brasil, primeiro título de Messi com a seleção principal.

"Sou feliz aqui há muito tempo, desde antes de ganhar a Copa América. É um grupo maravilhoso, pessoas que gostam muito de mim, cada dia mais. Sempre que estou na Argentina, tudo flui naturalmente, é mais fácil dentro de campo, ajuda tudo a ficar mais lindo e mais fácil. Terminamos este último dia antes do Mundial, creio que não voltaremos", disse.

Classificada, a Argentina volta a campo na terça-feira, onde enfrenta o Equador pela rodada final das Eliminatórias da Copa do Mundo, no Monumental de Barcelona, em Guayaquil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.