Don Balon/Reuters
Don Balon/Reuters

Messi festeja Chuteira de Ouro e elogia colegas do Barça

Argentino ganha o prêmio por ter sido o maior artilheiro dos campeonatos europeus na temporada passada

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2010 | 16h41

O argentino Lionel Messi recebeu nesta quinta-feira a Chuteira de Ouro, prêmio concedido ao maior artilheiro dos campeonatos europeus na temporada passada. O atacante marcou 34 gols e ajudou o Barcelona a conquistar o bicampeonato espanhol no final do primeiro semestre. Didier Drogba, do Chelsea, e Antonio di Natale, da Udinese, empataram em segundo lugar, com 29 gols cada.

Com a conquista, Messi se juntou ao holandês Marco van Basten, ao português Cristiano Ronaldo e ao brasileiro Ronaldo, únicos jogadores a faturar os três maiores prêmios individuais do futebol: a Chuteira de Ouro, o título de Melhor Jogador do Ano e a Bola de Ouro (ao melhor da Europa).

"Já ganhei muitos prêmios, mas este eu ainda não tinha", comentou o argentino. "Todos os prêmios são especiais, mas foi graças aos meus colegas de time que eu ganhei este", afirmou Messi. Somente Ronaldo conquistou a Chuteira de Ouro jogando pelo Barcelona. O atacante do Corinthians obteve o feito na temporada 1996/97, com os mesmos 34 gols do argentino.

Aplaudido pelos colegas de equipe, Messi recebeu muitos elogios do técnico Josep Guardiola. "Ele tem explosão, potência, é goleador, cabeceia bem, saber ler muito bem o jogo. Em suma, domina todos os fundamentos do esporte e é isso que faz dele o melhor jogador do mundo", exaltou o treinador do Barcelona.

Os elogios e a premiação aumentaram a expectativa sobre a eleição do Melhor do Mundo deste ano. Questionado sobre suas chances no prêmio, Messi preferiu elogiar os colegas espanhóis Xavi Hernández e Andrés Iniesta, fortes candidatos ao título.

"Eles merecem porque conquistaram a Copa do Mundo com a Espanha. Mas o importante é que o prêmio fique no nosso vestiário, na nossa casa outra vez. Se assim acontecer, estarei feliz e contente", garantiu o argentino, que reiterou sua intenção de se aposentar no Barcelona. "Esta é minha casa, e como sempre digo, tomara que fique aqui a vida toda".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLionel Messiprêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.