Jewel Samad / AFP
Jewel Samad / AFP

Messi fica de fora da convocação da Argentina para amistosos nos Estados Unidos

Aguero, Higuaín, Di Maria e Otamendi também não são chamados; Icardi, Dybala e Lo Celso voltam ao time

Estadão Conteúdo

17 Agosto 2018 | 13h06

Na primeira convocação da seleção da Argentina após a Copa do Mundo da Rússia, o craque Lionel Messi não foi chamado. Nesta sexta-feira, atendendo a um pedido do próprio atacante do Barcelona para não defender mais o país neste ano, o técnico interino Lionel Scaloni, que comandará a equipe junto com o ex-meia Pablo Aimar, divulgou uma lista de 29 jogadores para os amistosos de setembro contra Guatemala (dia 7) e Colômbia (dia 11), nos Estados Unidos.

Durante a semana, informações divulgadas na Argentina davam conta que Lionel Messi pediu para não ser mais convocado pela seleção em 2018, quando o time só fará amistosos - a próxima competição oficial será a Copa América de 2019, que ocorrerá entre 14 de junho e 7 de julho, no Brasil. No Mundial da Rússia, os argentinos fizeram uma fase de grupos irregular e caíram nas oitavas de final para a França, que seria campeã mais tarde.

Além de Lionel Messi, a dupla de interinos não convocou outros jogadores de renome internacional como os atacantes Sergio "Kun" Aguero (Manchester City), Gonzalo Higuain (Milan) e Angel Di María (Paris Saint-Germain) e o zagueiro Nicolás Otamendi (Manchester City).

Quem volta a figurar na lista de convocados são os atacante Mauro Icardi (Internazionale) e Paulo Dybala (Juventus), o goleiro Sergio Romero (Manchester United) e o meia Giovani Lo Celso (Paris Saint-Germain). As novidades são os também atacantes Lautaro Martínez (recém-contratado pela Internazionale junto ao Racing) e Giovanni Simeone (Fiorentina e filho de Diego Simeone).

 

Confira a lista de convocados da Argentina para amistosos em setembro:

Goleiro - Franco Armani (River Plate), Gerónimo Rulli (Real Sociedad-ESP) e Sergio Romero (Manchester United-ING)

Defensores - Fabricio Bustos (Independiente), Gabriel Mercado (Sevilla-ESP), Germán Pezzella (Fiorentina-ITA), Ramiro Funes Mori (Villarreal-ESP), Alan Franco (Independiente), Nicolás Tagliafico (Ajax-HOL), Walter Kannemann (Grêmio-BRA), Leonel Di Plácido (Lanús), Eduardo Salvio (Benfica-POR) e Marcos Acuña (Sporting Lisboa-POR)

Meias - Leandro Paredes (Zenit St.Petersaburg-RUS), Santiago Ascacibar (Stuttgart-ALE), Rodrigo Battaglia (Sporting Lisboa-POR), Gonzalo Martínez (River Plate), Giovani Lo Celso (Paris Saint-Germain-FRA), Franco Cervi (Benfica-POR), Maximiliano Meza (Independiente), Matías Vargas (Vélez Sarsfield), Franco Vázquez (Sevilla-ESP) e Ezequiel Palacios (River Plate)

Atacantes - Angel Correa (Atlético de Madrid-ESP), Lautaro Martínez (Internazionale-ITA), Mauro Icardi (Internazionale-ITA), Giovanni Simeone (Fiorentina-ITA), Cristian Pavón (Boca Juniors) e Paulo Dybala (Juventus-ITA)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.