Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Messi garante a vitória do Barcelona sobre o Sevilla, de virada, por 2 a 1

Craque ajudou time catalão a chegar aos 68 pontos na liderança disparada do Espanhol

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2013 | 20h17

BARCELONA - O Barcelona sofreu, mas confirmou o seu favoritismo ao vencer o Sevilla por 2 a 1, de virada, neste sábado, no Estádio Camp Nou, graças a um gol marcado por Messi, que assegurou ao time catalão chegar aos 68 pontos na liderança disparada do Campeonato Espanhol. Já a equipe adversária ficou estacionada na 11.ª posição, com 32.

O time visitante chegou a virar o primeiro tempo do duelo em vantagem, depois de Alberto Botia marcar o primeiro gol do jogo aos 42 minutos. Porém, David Villa e o astro argentino decretaram a virada com gols aos 7 e aos 15 da etapa final.

O triunfo de virada fez o Barça ficar 15 pontos à frente do vice-líder Atlético de Madrid, que neste domingo atuará em casa diante do Espanyol no complemento da 25.ª rodada. A equipe catalã também assegurou a manutenção da larga vantagem de 16 pontos sobre o arquirrival Real Madrid, o terceiro colocado, que horas mais cedo bateu o La Coruña, também de virada, por 2 a 1, fora de casa.

Atuando em casa, o Barcelona tratou de ir pra cima do Sevilla, mas sofria para achar espaços na defesa adversária. Messi, em duas cobranças de falta, foi o único a conseguir assustar mais o goleiro adversário na etapa inicial. A atuação discreta da equipe provocou até algumas vaias da torcida catalã, insatisfeita também pelo fato de que na última quarta-feira o time caiu por 2 a 0 diante do Milan, na Itália, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

E, se o time já não vinha bem, a situação começou a se complicar mais aos 42 minutos, quando Alberto Botia recebeu cruzamento da direita, levou a melhor sobre Daniel Alves no alto e cabeceou no chão para vencer o goleiro Valdés.

No segundo tempo, entretanto, a virada aconteceu em apenas 15 minutos. O mesmo Daniel Alves se redimiu da falha na marcação do primeiro gol do Sevilla ao dar cruzamento preciso da direita para Villa, também de cabeça, decretar o empate. E, aos 15, foi a vez de Messi receber perto da marca do pênalti, após passe de Tello, e tocar rasteiro no canto esquerdo do goleiro adversário.

Após o gol, o Sevilla continuou dando trabalho e chegou a ter pelo menos duas boas chances de empatar, sendo a melhor delas com Negredo, que desperdiçou grande oportunidade ao receber na cara de Valdés e chutar por cima do gol. O Barça ainda quase fez o terceiro pelos pés de Messi em chute de fora da área, mas o duelo acabou mesmo em 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.