Sergey Dolzhenko/EFE
Sergey Dolzhenko/EFE

Messi marca, Barcelona vence e espera o Real na semi da Liga dos Campeões

Mesmo com larga vantagem conquistada no primeiro jogo, time espanhol não poupou jogadores

AE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 17h40

DONETSK - Sem precisar se desgastar, mas também sem menosprezar em nenhum momento o adversário, o Barcelona venceu o Shakhtar Donetsk por 1 a 0 nesta terça-feira, na Ucrânia, e confirmou a sua classificação às semifinais da Liga dos Campeões. Agora aguarda que o Real Madrid também cumpra com a obrigação e elimine o Tottenham na quarta - os madrilenhos venceram por 4 a 0 no jogo de ida - para que os espanhóis façam o tão aguardado clássico na próxima fase.

Mesmo tendo vencido por 5 a 1 no Camp Nou e aberto enorme vantagem sobre o time ucraniano repleto de brasileiros, o Barcelona optou por não poupar nenhum titular na Ucrânia. Só Iniesta não começou jogando, mas porque estava suspenso. Em seu lugar entrou Afellay, deixando o time ainda mais ofensivo.

Indo para o tudo ou nada, o Shakhtar começou o jogo com o seu tradicional quarteto brasileiro no ataque: Douglas Costa, Willian, Jadson e Luiz Adriano. E foi o ex-gremista que teve a primeira grande chance do jogo, aos 8 minutos. Cara a cara com Valdés, ele não conseguiu tirar do goleiro e permitiu que o espanhol defendesse no susto.

O Shakhtar era mais perigoso e o Barcelona parecia não se importar com isso. Conseguia mostrar força defensiva e esperava um espaço para matar o jogo. E essa chance veio primeiro aos 41 minutos, com Afellay, que exigiu grande defesa de Pyatov. No lance seguinte, não teve como os ucranianos segurarem Messi, que recebeu de Daniel Alves entrou na área, driblou dois marcadores e tocou na saída do goleiro.

Este foi o 48.º gol de Messi na temporada pelo Barcelona, contando apenas jogos oficiais. Com isso, o argentino superou a antiga melhor marca, que pertencia a Ronaldo, autor de 47 em 1996/1997 - na temporada passada, Messi também havia atingido os 47 gols.

No segundo tempo, mesmo com os dois times sabendo que o resultado não poderia ser modificado, o jogo foi mais movimentado. Aos 28 minutos, Eduardo da Silva, que havia substituído Douglas Costa, fez boa jogada pelo meio e passou a Mkhitaryan, que chutou bem mas parou em ótima defesa de Valdés.

O Barcelona também teve duas ótimas chances de ampliar. Primeiro com Daniel Alves, que tentou chute forte de fora da área e mandou muito perto do ângulo direito do gol ucraniano. Depois, em um passe do brasileiro para Messi na pequena área. O argentino dominou de costas para o gol, foi puxado, mas deu prosseguimento ao lance, passando a Afellay. A bola depois chegou em Pedro, que bateu desequilibrado e mandou para longe.

Veja também:

video VÍDEO: Barça vence outra sobre o Shakhtar, alcança 4ª semi seguida e espera pelo Real  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.