Ander Gillenea/AFP
Ander Gillenea/AFP

Messi marca duas vezes, Barcelona vence e se mantém na liderança

Atacante argentino ultrapassa Cristiano Ronaldo na artilharia da liga

Estadão Conteúdo

14 Março 2015 | 16h41

Com dois gols de Messi, o Barcelona venceu o Eibar por 2 a 0, neste sábado, fora de casa, e chegará para o clássico contra o Real Madrid na liderança do Campeonato Espanhol - as equipes se enfrentam no próximo dia 22. O time catalão foi a 65 pontos, quatro a mais do que o arquirrival, que joga contra o Levante neste domingo.

O camisa 10 abriu o placar com um gol de pênalti depois que Ekiza colocou a mão na bola aos 31 minutos do primeiro tempo. E assegurou a vitória aos seis da etapa final, de cabeça. Além dos gols, Messi fez uma grande partida. Na etapa final, ele colocou os adversários na roda. Em uma jogada, dominou no campo defensivo, se livrou de dois e arrancou para o ataque. Ganhou de mais um na corrida, deu por baixo das pernas de outro e tocou na ponta esquerda para Neymar, que tentou devolver o passe, mas errou. O brasileiro, mais uma vez, teve atuação discreta e foi substituído no segundo tempo. O técnico Luis Enrique colocou Pedro em seu lugar.

No duelo deste sábado, o técnico Luis Henrique poupou alguns jogadores e formou um meio-campo com Sergi Roberto, Rafinha e Rakitic, deixando Xavi e Iniesta no banco. Xavi, no entanto, entrou no segundo tempo e chegou a impressionante marca de 750 partidas pela equipe catalã. O estádio o aplaudiu ao entrar em campo. Neymar também teve o que comemorar. Ele chegou a 300 partidas como profissional.

O placar da partida poderia ter sido maior, mas o Barcelona preferiu administrar o resultado contra o modesto Eibar, que chegou a sua oitava derrota consecutiva. A equipe da cidade de Ipurúa está na 14ª colocação, com 27 pontos.

A preocupação do time catalão está no jogo de quarta-feira, quando enfrenta o Manchester City, no Camp Nou, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões - a equipe de Messi venceu a primeira partida por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.