Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Messi não se reapresenta ao Barcelona para o primeiro treino de Koeman

Craque argentino de 33 anos pretende deixar o clube catalão e negocia a rescisão de contrato

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2020 | 19h32

Lionel Messi não se reapresentou ao Barcelona nesta segunda-feira, dia do primeiro treino comandado pelo novo técnico Ronald Koeman. O craque argentino de 33 anos pretende deixar o clube catalão e negocia a rescisão de seu contrato.

No último domingo, Messi já não havia se reapresentado para os testes de coronavírus realizados pelo elenco. O craque argentino expressou na semana passada o desejo de deixar o Barcelona, mas o clube quer que ele cumpra o contrato que termina em junho de 2021. A imprensa europeia divulgou nos últimos dias que o jogador tem negociações com o Manchester City, comandado pelo técnico Pep Guardiola.

Na visão de Messi, a cláusula de rescisão de contrato ainda vale. O acordo valeria até dez dias depois do fim da temporada. No vínculo original, a data era baseada em 31 de maio. Por causa da pandemia do coronavírus, porém, Messi entende que ainda é válida, porque a temporada acabou em 23 de agosto. Já o Barcelona diz que a cláusula expirou.

A La Liga, responsável pelo Campeonato Espanhol, fez seus primeiros comentários públicos sobre o caso no domingo. Em comunicado, a entidade se posicionou a favor do Barcelona, dizendo que o contrato de Messi está em vigor e só pode ser rescindido com o pagamento da multa, fixada em 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.