Messi pede fim de freguesia argentina diante do Brasil

Lionel Messi está com o Brasil engasgado. O craque do Barcelona e da seleção argentina acha que já passou da hora de dar fim a um jejum que o incomoda e muito: ele nunca venceu o Brasil em jogo pela seleção principal.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2010 | 20h33

"Perdi a final da Copa América na Venezuela. Acho que já é hora da primeira vez", disse o argentino, em entrevista ao site da Fifa.

Rivalidades à parte, Messi destaca a importância do jogo e lembra de sua amizade com Ronaldinho. "Será especial pelo rival e por estar frente a frente com uma pessoa de quem gosto muito: Ronaldinho, um autêntico irmão".

Mas problemas não faltam para o técnico Sérgio Batista para o amistoso de quarta-feira. O atacante Diego Milito foi cortado por lesão, aumentando a lista de desfalques. Os zagueiros Samuel e Gabriel Milito, o volante Cambiasso e os atacantes Tevez e Agüero também não jogam.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasilArgentinaMessi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.