Benoit Tessier/Reuters
Benoit Tessier/Reuters

Messi se recupera da covid-19, volta à França e treinará no PSG nos próximos dias

Por outro lado, Kurzawa foi diagnosticado com o vírus, está em isolamento e é desfalque para Maurício Pochettino

Redação, Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2022 | 17h56

O argentino Lionel Messi é um problema a menos para o técnico Maurício Pochettino no Paris Saint-Germain. O astro testou negativo para a covid-19 e desembarcou em Paris para se reintegrar ao elenco. Por outro lado, Kurzawa foi diagnosticado com o vírus e está em isolamento.

"Leo Messi testou negativo para covid-19. Ele chegou a Paris e voltará ao elenco nos próximos dias", anunciou o PSG. "Layvin Kurzawa testou positivo esta manhã. Ele foi colocado em isolamento e está sob protocolo de saúde adequado."

Messi testou positivo após festa na passagem de ano em Rosário, na Argentina. Ele ficou em isolamento com a família e no domingo o DJ Fer Palácio, que comandou a comemoração, chegou a receber ameaças por ter sido acusado de ser o responsável por contaminar o astro. Ele usou as redes sociais para se defender.

Messi ainda não sabe quando treina, mas o PSG já havia divulgado na terça-feira que Bernat também estava recuperado da covid-19 e trabalharia nesta quarta. É possível que o argentino já se junte ao grupo no próximo trabalho. O time tem clássico importante com o Lyon, fora de casa, no domingo.

Já Kurzawa segue o caminho contrário de Messi. Ele ficará em quarentena assim como outros três companheiros ainda em isolamento: os goleiros Donnarumma, diagnosticado na terça-feira, e Rico e o meia Bitumazala, há alguns dias afastados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.