Ian Langsdon/EFE
Ian Langsdon/EFE

Messi treinará com o time na próxima semana e PSG não estima retorno de Neymar

Equipe francesa atualiza o status médico do argentino, que se recupera da covid-19, e do brasileiro, que trata uma entorse no tornozelo esquerdo

Redação, Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2022 | 11h43

Lionel Messi está na França desde o dia 5 de janeiro, quando testou negativo para a covid-19 na Argentina e embarcou para reapresentação ao Paris Saint-Germain. Mesmo livre do vírus, ele perdeu o jogo contra o Lyon, no fim de semana e não enfrenta o Stade Bristois no Parque dos Príncipes, neste sábado. Realizando trabalhos físicos, ele foi informado que voltará a trabalhar com os demais companheiros na próxima semana. Sobre Neymar, o clube optou pela cautela e evitou falar em retorno.

O PSG trabalha para ter suas principais estrelas inteiras nos duelo das oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid, em fevereiro, e não pretende forçá-los a uma volta antecipada e desnecessária. A equipe lidera com folga o Campeonato Francês.

"Lionel Messi, cujo desenvolvimento é bom, continua seu trabalho com a equipe médica e de desempenho e retornará gradualmente ao grupo na próxima semana", informou o PSG, nem garantindo se ele participa da partida diante do Reims, dia 23, novamente no Parque dos Príncipes.

"Neymar Jr continua seu trabalho de recuperação indoor com membros da equipe médica e de performance do Centro de Treinamento Ooredoo", continuou o clube, que imaginava ter o brasileiro trabalhando no campo antes do fim do mês, mas agora opta por não fazer prognóstico.

O atacante nem foi convocado para os jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias para trabalhar forte na França a recuperação do entorse no tornozelo esquerdo. É possível que os franceses adiem em uma semana seu retorno.

O PSG ainda informou que Denis Franchi testou positivo para covid-19. "Ele foi colocado em confinamento solitário e está sujeito ao protocolo de saúde adequado."

Tudo o que sabemos sobre:
Paris Saint-GermainNeymarfutebolMessi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.