Metroviários de Recife podem entrar em greve às vésperas das Confederações

Cidade vai receber neste domingo a partida entre Espanha e Uruguai, na Arena Pernambuco

Angela Lacerda, O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2013 | 16h11

RECIFE - Suporte para o esquema de mobilidade montado para o acesso ao estádio Arena Pernambuco, no município de São Lourenço da Mata, onde Espanha e Uruguai se enfrentam neste domingo (16), na Copa das Confederações, o metrô do Recife poderá ser paralisado por uma greve. A decisão dos metroviários ocorre nesta noite (13), em assembleia, no Recife.

O plano da Fifa e da Secretaria estadual da Copa (Secopa) prevê que 30 mil torcedores utilizem o metrô. Na estação mais próxima da arena, ônibus circulares levarão as pessoas até o estádio. O presidente do sindicato dos metroviários no Estado, Diogo Morais, reconhece que a mobilização da categoria se fortalece no momento de realização da Copa das Confederações, mas garante que não houve premeditação. Segundo ele, 350 mil pessoas utilizam diariamente o transporte.

A categoria reivindica reajuste salarial de 16,4%, aumento de 30% no valor do vale alimentação e aumento do subsídio do plano de saúde para R$500,00 - atualmente é R$ 323,00.

O governador Eduardo Campos (PSB) confia em entendimento, mas lembrou, em entrevista, que se isto não ocorrer, a questão irá para a Justiça do Trabalho, que deverá atuar "com a celeridade com que costuma agir nesses casos".

Para aliviar o trânsito, engarrafamentos e superlotação do metrô, o governo estadual determinou ponto facultativo nas repartições públicas na quarta-feira (19), quando Italia e Japão se confrontam. O estádio será aberto às 15 horas para quem quiser assistir ao jogo do Brasil contra o México nos telões da arena - outra medida para evitar todo o fluxo concentrado em um horário.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa das Confederaçõesfutebolgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.