México admite doping de jogadores

A Federação Mexicana deFutebol (FMF) admitiu nesta sexta-feira, pela primeira vez, que os jogadores Galindo e Carmona, foram afastados da seleção que disputa a Copa das Confederações na Alemanha por suspeita de doping. A entidade divulgou hoje um comunicado sobre o assunto afirmando que pretende apurar as supeitas com rigor e promete transparência nas investigações. "O resultado da investigação será informado ao Sr. Urs Linsi,secretário-geral da Fifa, e tomaremos as medidas de acordo com os regulamentos vigentes da federação mexicana de Futebol sustentadosno máximo organismo reitor do Futebol Internacional", diz ocomunicado, assinado pelo presidente da Federação Mexicana, Alberto de la Torre.O dirigente no entanto, pede que os jogadores não sejam crucificados antes de o caso estar plenamente esclarecido. "A FMF pede à torcida e aos meios de comunicação sua compreensão perante a gravidade da situação apresentada pelos jogadores Aarón Galindo e Salvador Carmona, pois a política da Federação foi cuidar da honorabilidade e prestígio dos jogadores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.