Eduardo Verdugo/AP
Eduardo Verdugo/AP

México corta Diego Reyes da Copa por lesão; Erick Gutiérrez é chamado

Zagueiro não vai disputar o Mundial em virtude de lesão sofrida na coxa no início do mês passado

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 20h14

A Federação Mexicana de Futebol anunciou nesta terça-feira uma nova baixa na seleção nacional para a Copa do Mundo. O zagueiro Diego Reyes não se recuperou de uma contusão e acabou vetado pela comissão técnica. Para seu lugar, já foi chamado Erick Gutiérrez.

+ México faz 1º treino aberto na Rússia e 'sela paz' com torcida após escândalo

+ Oscilante em preparação, Alemanha chega à Rússia para buscar 5º título mundial

Zagueiro do Porto, Diego Reyes, de 25 anos, não se recuperou de uma lesão na coxa sofrida no início do mês passado, em partida por seu clube. Em comunicado oficial, o jogador explicou que a contusão até evoluiu positivamente, mas que ele próprio chegou a um acordo com o técnico Juan Carlos Osorio para definir sua saída.

"No dia de hoje, junto com a comissão técnica, decidi tomar uma decisão que me dói na alma, mas que acredito que será a melhor para meus companheiros, porque não estou seguro que possa alcançar minha melhor versão em tão pouco tempo. Por eles, decidi com o técnico Osorio que não farei parte dos 23 para a próxima Copa do Mundo", comentou.

A defesa mexicana já havia sofrido uma baixa, com o corte de Néstor Araujo no mês passado. Agora, Osorio contará com Erick Gutiérrez para compor a zaga. Reyes fez questão de desejar sorte a seu substituto e a todos os seus companheiros de seleção.

 

"Não me resta mais nada a não ser desejar ao Erick, aos meus colegas e à comissão técnica a melhor das sortes e os agradecer pela oportunidade e o apoio incondicional nos últimos dias. Estou convencido de que farão história por seu talento e porque este grupo unido e comprometido está aí para coisas grandes", afirmou.

O México estreia na Copa do Mundo no domingo, diante da Alemanha, em Moscou. As duas seleções estão no Grupo F do torneio, que conta ainda com Suécia e Coreia do Sul.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.