Christian Palma/AP
Christian Palma/AP

México demite De la Torre após derrota nas Eliminatórias

Luis Fernando Tena, auxiliar do ex-treinador, assume o cargo

AE-AP, Agência Estado

07 de setembro de 2013 | 11h17

CIDADE DO MÉXICO - A histórica derrota sofrida na noite de sexta-feira para Honduras em um duelo decisivo pelas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2014 acabou com a paciência dos dirigentes mexicanos. Neste sábado, eles anunciaram a demissão de José Manuel de la Torre do comando da seleção do México. Ele será substituído por Luis Fernando Tena para a sequência do torneio classificatório.

A seleção do México perdeu por 2 a 1 para os hondurenhos, a segunda derrota da sua história em partidas das Eliminatórias realizadas no Estádio Azteca, que deixou a equipe sob risco de não se classificar para a Copa do Mundo. A Federação Mexicana de Futebol fez o anúncio da demissão em um comunicado publicado no seu site oficial.

"O presidente da Federação Mexicana de Futebol, Justino Compeán, tomou a decisão de fazer uma mudança no comando técnico da seleção e Luis Fernando Tena será responsável pela direção, apoiado pelos mesmos colaboradores que até agora participaram deste processo", disse o comunicado, anunciando a saída de De la Torre, que estava no comando da seleção mexicana desde 2011, quando faturou o título da Copa Ouro.

Tena, que era um dos assistentes de De la Torre, é um experiente treinador, que foi duas vezes campeão do Campeonato Mexicano, por Morelia e Cruz Azul, e foi quem guiou o México na conquista da medalha de ouro no torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres/2012, um dos maiores feitos da história do esporte do país.

Após sete rodadas, a Costa Rica lidera o hexagonal das Eliminatórias da Concacaf, com 14 pontos, seguida pelos Estados Unidos com 13, enquanto Honduras está na terceira posição, com dez. O México permaneceu com oito pontos, em quarto lugar, com um a mais do que o Panamá, com sete. A Jamaica está na última posição, com apenas três pontos, virtualmente eliminada.

Os mexicanos vão enfrentar o Estados Unidos na terça-feira, fora de casa, em Columbus, e encerram a sua participação no hexagonal recebendo o Panamá e visitando a Costa Rica, em outubro. Só os três melhores se classificam diretamente para a Copa do Mundo de 2014. O quarto colocado vai disputar uma repescagem contra a Nova Zelândia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.