México empata em 4 a 4 e pega Costa Rica no mata-mata da Copa Ouro

A fase de grupos da Copa Ouro terminou com muitos gols. Na noite de quarta-feira, na última rodada do Grupo C, as já classificadas seleções de México e Trinidad e Tobago empataram por 4 a 4, em Charlotte. A cidade também foi palco da definição da última vaga nas quartas de final do torneio organizado pela Concacaf, que ficou com Cuba após derrotar a Guatemala por 1 a 0.

Estadão Conteúdo

16 de julho de 2015 | 09h01

Em jogo que valia a liderança do Grupo C, o México abriu 2 a 0, com gols marcados por Aguilar, aos 32 minutos do primeiro tempo, e Vela, aos seis minutos da etapa final. Porém, Trinidad e Tobago virou o placar para 3 a 2 ao marcar com Cummings, aos 10 e aos 22 minutos, e Kenwyne Jones, aos 13.

O México voltou a ficar em vantagem com os gols de Guardado e Kenwyne Jones, contra, aos 43 e 45 minutos. Mas Trinidad e Tobago arrancou o empate e o primeiro lugar da chave aos 48 minutos, com o gol de Marshall.

Assim, Trinidad e Tobago avançou em primeiro lugar no Grupo C, com sete pontos, enquanto o México ficou na segunda colocação, com cinco. Enquanto isso, Cuba chegou aos três pontos e ficou com a vaga destinada ao segundo melhor terceiro colocado após triunfar com o gol anotado por Reyes, aos 28 minutos do segundo tempo, no triunfo por 1 a 0 diante de Guatemala.

O empate e o segundo lugar no Grupo C levarão a seleção do México a enfrentar a Costa Rica (segunda colocada do Grupo B) nas quartas de final, em duelo marcado para o próximo domingo, em East Rutherford. No mesmo dia e cidade, Trinidad e Tobago (líder do Grupo C) vai encarar o Panamá (melhor terceiro colocado). Os vencedores desses confrontos se enfrentarão em uma das semifinais.

As quartas de final da Copa Ouro começam um dia antes, no próximo sábado. Em Baltimore, os Estados Unidos (líder do Grupo A) vão encarar Cuba (segundo melhor terceiro colocado). Por sua vez, a Jamaica (líder do Grupo B) duelará com o Haiti (segundo do Grupo A).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.