México negocia contrato de 4 anos com técnico Herrera

Diante da boa campanha na Copa, a Federação Mexicana de Futebol já abriu negociação para garantir a permanência do técnico Miguel Herrera no comando da seleção pelos próximos quatro anos. Antes de definir o futuro, porém, o México se concentra no jogo decisivo de domingo, contra a Holanda, na Arena Castelão, em Fortaleza, pelas oitavas de final do Mundial.

SANCHES FILHO, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 12h10

Herrera assumiu a seleção mexicana num momento de crise, sob o risco de não conseguir a vaga na Copa. Isso aconteceu em outubro do ano passado, pouco antes da vitória sobre a Nova Zelândia na repescagem das Eliminatórias, que garantiu a presença do México no Brasil. No começo, ele era técnico interino. Mas, depois de bater os neozelandeses, foi efetivado no cargo.

Inicialmente, o acordo vai até o final da participação mexicana na Copa. Mas, diante da boa campanha no Brasil, a federação quer fazer um longo contrato com Herrera, que também parece disposto a continuar no cargo. Mesmo porque, o trabalho vem dando resultado: o México empatou com o Brasil e venceu Croácia e Camarões na primeira fase da competição.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.