México se despede da torcida com vitória sobre o Congo

A seleção do México se despediu de sua torcida com uma vitória ao superar o Congo por 2 a 1, em um amistoso realizado na noite de sexta-feira, no estádio Azteca. A partida foi acompanhada por cerca de 80 mil torcedores. Os anfitriões abriram o placar logo aos 4 minutos de jogo, com um gol de cabeça de Francisco Fonseca. O atacante do Cruz Azul ampliou a vantagem para os donos da casa aos 41 minutos, com um chute de pé direito. Mas os congoleses descontaram aos 10 minutos da etapa complementar, quando Ntuabone conduziu a bola desde o meio-campo para marcar. "Acredito que jogamos bem e a seleção cumpriu o que precisava fazer", disse o volante Pavel Pardo. "Foi uma boa partida. Vamos (para a Alemanha) com confiança e agora temos que esperar a lista definitiva", completou o defensor Cláudio Suárez. Neste sábado, o técnico da seleção mexicana, o argentino Ricardo Lavolpe, irá anunciar três cortes dos 26 jogadores pré-convocados no dia 2 de abril. Há cerca de um mês, a equipe está fazendo treinos físicos e táticos. A seleção mexicana vai para a Europa no dia 20 de maio para a última etapa de preparação para a Copa. A seleção da América do Norte está no Grupo D da competição e fará a sua estréia contra o Irã, no dia 11 de junho, em Nuremberg. Angola e Portugal completam a chave. Recorde Momentos antes do amistoso, uma gigantesca camisa da seleção mexicana, com 50 metros de largura por 55 metros de comprimento, foi estendida no gramado do estádio Azteca. O feito deverá entrar no livro Guinness de recordes - a marca pertencia a seleção da Romênia.

Agencia Estado,

13 Maio 2006 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.