Reuters
Reuters

Michael Ballack retorna ao Bayer Leverkusen após oito anos

Cortado da seleção alemã por contusão, craque pretende aposentar no clube no qual ganhou projeção

REUTERS

25 de junho de 2010 | 11h17

BERLIM - Michael Ballack, capitão da seleção alemã contundido às vésperas da Copa do Mundo, assinou um contrato de dois anos com o Bayer Leverkusen, voltando ao clube que liderou até a final da Liga dos Campeões em 2002, declarou o jogador nesta sexta-feira, 25.

Ballack, cujo contrato com o Chelsea expirou, retornará à primeira divisão do Campeonato Alemão após quatro temporadas em Londres. O meia de 33 anos jogou no Bayer Leverkusen entre 1999 e 2002 e em seguida atuou no Bayern de Munique durante três temporadas.

"Voltar ao Bayer Leverkusen fecha um círculo", disse Ballack em um comunicado. "Passei uma época ótima e bem sucedida aqui, que traz boas lembranças sobre muitas coisas. Isso reforça minha decisão de voltar".

Segundo relatos da mídia alemã, o acordo de dois anos tem valor de 12 milhões de euros (16,10 milhões de dólares). O rival Wolfsburg teria oferecido uma quantia consideravelmente mais alta, informou a imprensa local.

Ballack foi descartado da seleção presente na África do Sul depois de sofrer uma contusão no tornozelo em maio.

Ele conquistou quatro títulos no Campeonato Alemão - um com o Kaiserslautern e três com o Bayern de Munique. Também ganhou títulos com o Chelsea.

Mas o jogador jamais conquistou um grande título internacional, apesar de chegar à final da Liga dos Campeões duas vezes. Ele ficou fora da final alemã na Copa de 2002, vencida pelo Brasil, por causa de uma suspensão. Em 2006, a Alemanha foi derrotada na semifinal para a Itália e na Eurocopa de 2008 sua seleção perdeu a decisão para a Espanha.

(Reportagem de Erik Kirschbaum)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEBOBALLACKLEVERKUSEN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.