Michael Owen diz que está pronto para voltar aos gramados

Após passar por uma recuperação lenta e angustiante por causa da proximidade da Copa do Mundo, o atacante inglês Michael Owen garantiu, nesta quinta-feira, que está pronto para retornar aos gramados neste final de semana. Longe da bola desde 31 de dezembro do ano passado, quando fraturou um dedo do pé em um choque com o goleiro do Tottenham na derrota de seu time, o Newcastle, o jogador está louco para jogar contra o Birmingham, nem que seja alguns minutos."Tenho treinado bem desde segunda-feira e estou muito melhor do que pensava anteriormente. Ainda não falei com o treinador (Glenn Roeder), mas acho que seria sensato, depois de tanto tempo sem jogar, ficar no banco de reservas e entrar nos últimos 20 ou 30 minutos", disse Owen, que não está mais preocupado com qualquer conseqüência por causa da lesão. "Estava temeroso de sentir alguma dor quando voltasse a jogar, mas está tudo bem comigo".Sobre a possível contratação do brasileiro Luiz Felipe Scolari para ser o treinador da seleção inglesa depois da Copa, Owen se mostrou tranqüilo com relação ao assunto. "A metade das equipes que irão ao Mundial terão um técnico diferente nas próximas competições", afirmou o atacante, que poderá disputar sua terceira Copa do Mundo.

Agencia Estado,

27 de abril de 2006 | 10h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.