Érico Leonan|Divulgação
Érico Leonan|Divulgação

Michel Bastos diz ter telefonado para ferido em queda no Morumbi

Autor do gol da vitória afirma que está preocupado com as vítimas

O Estado de S. Paulo

13 de maio de 2016 | 10h00

O meia Michel Bastos, do São Paulo, disse nesta quinta-feira que telefonou para um dos torcedores feridos no acidente no Morumbi na última quarta-feira, quando um guarda-corpo cedeu e torcedores caíram de cerca de dois metros de altura até o fosso do estádio. O jogador contou que o elenco ficou preocupado e procurou saber o estado de saúde das vítimas.

A queda se deu enquanto o jogador corria para comemorar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores. "Houve uma infelicidade na minha comemoração com aquele acidente. Assustou bastante. É triste, porque foi em um momento que tanto eu quanto as pessoas que sofreram o acidente estavam felizes", comentou.

Michel Bastos soube que um dos feridos era um menino que é seu fã. O jogador pediu o telefone dele e ligou para desejar uma rápida recuperação. "Procuramos saber como estavam as pessoas que seguiam internadas. Tive a oportunidade de falar com uma delas para tentar ajudar um pouco com as palavras. É preocupante, porque as pessoas vieram assistir a um espetáculo e sofreram um susto", afirmou.

O jogador soma três gols e duas assistências nos cinco últimos jogos do time e começou como reserva nesta quinta. Michel Bastos tenta se recuperar de uma lesão na coxa direita sofrida contra o Toluca, no México, para voltar à vaga de titular na próxima semana contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.