José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Michel Bastos nega que atraso no pagamento atrapalhe o rendimento

Problema foi assumido pela diretoria às vésperas do clássico

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

09 Março 2015 | 18h50

O meia Michel Bastos, do São Paulo, negou nesta segunda-feira que o atraso no pagamento dos direitos de imagem respectivo aos últimos meses tenha influência no rendimento do time dentro de campo. O problema foi assumido pela diretoria às vésperas do clássico com o Corinthians, realizado no último domingo. O elenco deve receber o pagamento nesta terça-feira.

"Esse problema não influenciou em nada dentro do grupo. Já foi comentado pela própria diretoria do São Paulo que vão acertar nos próximos dias", comentou o meia. Até agora, ninguém da diretoria falou publicamente sobre o assunto. A reportagem apurou que parte do elenco está para receber dois meses de direitos de imagem e mais a premiação pela vaga na Copa Libertadores. O restante tem um mês de atraso no pagamento dos direitos de imagem.

Michel afirmou que escolheu vir para o São Paulo, no ano passado, por ter recebido boas recomendações de colegas sobre os compromissos com os jogadores e garantiu que a situação de pendência de pagamento não afeta o time. "Estamos focados no nosso trabalho. Somos profissionais e, independentemente de qualquer coisa, o São Paulo sempre cumpriu com as suas obrigações", afirmou.

O jogador contou que o time vai superar a decepção pela nova derrota para o Corinthians e prometeu que o time tricolor já deve mostrar evolução na quinta-feira. "Temos uma grande equipe, competitiva e que fez uma boa temporada em 2014. A gente não desaprendeu a jogar. Sabemos que temos de melhorar e esse momento ruim é passageiro". O adversário será o São Bento, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.