Tom Hevezi/EFE
Tom Hevezi/EFE

Michel Platini adia decisão sobre candidatura no pleito da Fifa

Dirigente revela que pretende conversar com as federações da Europa para definir seu futuro

Agência Estado

27 de março de 2014 | 09h53

ASTANA - O ex-jogador francês Michel Platini, que é presidente da Uefa desde 2007, adiou nesta quinta-feira a sua decisão sobre uma provável candidatura à presidência da Fifa. Durante o Congresso da entidade que comanda o futebol europeu, em Astana, no Casaquistão, ele revelou que pretende conversar com as 54 federações da Europa entre setembro e dezembro para definir se irá tentar ser o sucessor do suíço Joseph Blatter.

Em setembro do ano passado, Platini tinha dito que iria tomar uma decisão sobre o assunto durante ou depois da disputa da Copa do Mundo, que acontecerá entre junho e julho, no Brasil. Agora, porém, ele adiou a definição, explicando que precisa consultar todas as federações filiadas à Uefa para que adotem uma posição "juntos". "Vou ouvir vocês, como sempre faço", avisou o francês, ao discursar para os dirigentes da Uefa.

A eleição presidencial da Fifa está marcada para maio de 2015. Blatter já deu fortes sinais de que pretende concorrer a um quinto mandato - está no cargo desde 1998. E Platini parece ser, atualmente, o único capaz de derrotá-lo na votação. Por enquanto, o pleito tem um único candidato confirmado: o francês Jerome Champagne, que já trabalhou na entidade entre 1999 e 2010 e agora quer ocupar a presidência.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFifaMichel Platini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.